Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
dilma bh
|

Da redação – Na última terça-feira (28), o Partido dos Trabalhadores (PT) lançou o plano de governo de Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à presidência da República e centro da crise política nacional relativa a derrubada do golpe e agente aglutinador da mobilização popular revolucionária. O comício ocorreu na praça Duque de Caxias no bairro Santa Tereza e o Partido da Causa Operária (PCO), presente com vários militantes, foi convidado a compor o palco.

Um fato marcante do evento foi a ausência da foto de Lula no mega-cartaz presente no palco, onde havia apenas a foto de Haddad. Apesar disso, o próprio não desviou na questão Lula e falou em todo o seu discurso a necessidade de lutar pela Liberdade e pela campanha presidencial do companheiro. Manuela D’Ávila, por sua vez, manteve sua tradição abutre e pouco falou sobre o golpe. Absteve-se a falar sobre as benesses passadas dos governos petistas como quem faz campanha eleitoral pela própria imagem.

Dilma Rousseff foi bastante contundente na posição de candidatura de luta que leva em sua campanha a senadora. A companheira do PT sorriu ao ouvir o comentário do companheiro Alexandre Flach, candidato a governador de Minas pelo PCO, sobre a dupla “Dilma e Ana, para lutar contra o golpe no senado”.  Ana é a candidata ao senado de Minas Gerais pelo PCO. Ao despedir-se de Ana, Dilma fez questão de pedir para os jornalistas fotografarem as duas juntas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas