PL do gato: decisão de cobrar consumidores para compensar ligações clandestinas é consequência da privatização

mistura-de-gatos-com-fios-de-telefonia

A partir do ano que vem a conta de luz ficará mais cara no país. Isso porque parlamentares aprovaram, ainda na semana passada, um projeto que permite que a Eletrobrás transfira para os consumidores os custos que a empresa tem com os chamados “gatos” na região norte do país. É esperado que as contas tenham um amento entre 4% e 5% segundo uma das emendas colocadas no texto.

Na prática, o que o projeto faz é transferir os custos que as empresas deveriam arcar para a população brasileira, aumentado o valor da conta e luz de todos os brasileiros. Além disso, o projeto também prevê o ressarcimento das empresas com os gastos que tiveram com o furto de energia desde o ano de 2009.

Como este beneficio não estava previsto no edital que firmou contrato com as empresas, as distribuidoras ficarão mais “baratas”. Isso porque elas serão leiloadas ainda este mês e, além de receberem o beneficio, poderão ser compradas por um valor ainda menor pelos investidores.

A verdade é que o projeto aprovado irá beneficiar apenas as empresas privadas e os investidores capitalistas, que poderão aumentar seus lucros sem nenhuma garantia de que irão reduzir o problema dos furtos. O projeto prevê que os donos das empresas fiquem o lucro mesmo que não tenham custo com o furto da energia, o que é uma transferência de dinheiro direto do povo para o bolso dos capitalistas.

Isso é mais um ataque dos golpistas ao povo brasileiro, que querem privatizar o setor elétrico do país e coloca-lo nas mãos de investidores que pensam apenas no seu próprio lucro.