Crise econômica
Economia dos EUA tem quadro de forte retração em meio às medidas de combate à pandemia
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
EUA-crise-1
Wall Street, símbolo da crise capitalista. Imagem: Mark Lennihan |

Da redação – Dados divulgados nesta quarta (29) pelo escritório de estatísticas do Departamento de Comércio, mostram uma queda histórica de 4,8% no PIB do 1º trimestre a uma taxa anualizada, em parte, por conta da paralização de setores da economia e da economia de outros países, pela pandemia do coronavírus, afirmou órgão.

A queda é a maior desde os três primeiros meses de 2008, quando a crise dos subprimes, levou a economia estadunidense a uma retração de 8,4%.

O escritório de estatísticas (BEA) informou ainda que ainda não é possível quantificar completamente os impactos da pandemia no PIB, somente sendo possível verificar o quadro com dados mais completos.

Segundo estimativas de economistas do setor financeiro, a queda no 2º trimestre pode chegar a 30% ou mais.

Como comparação a China, no 1º trimestre apresentou, queda de 6,8%.

Os dados ajudar a explicar todo o desespero da burguesia internacional e os ataques à classe trabalhadora.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas