Mas quem paga é o pobre
Delegado da PF afirma que há uma “lava a jato” contra o tráfico de drogas e afirma que vai atrás dos reais donos do tráfico na “elite”.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
PF - Tráfico de Drogas - Lancha
Operação contra o tráfico de drogas em Cuiabá-MT. | Foto por: divulgação/PF

O delegado da Polícia Federal (PF), Elvis Secco, coordenador geral de repressão às drogas, armas e facções criminosas, afirmou que estão na “elite” os responsáveis pelo tráfico de drogas e todo a fortuna movimentada pela atividade, em entrevista ao portal golpista Uol/Folha.

A afirmação foi em resposta sobre a atuação da PF, em relação ao crime organizado e se haveria uma “Lava a Jato” do crime organizado, pelo qual respondeu: “temos, sim, uma Lava Jato do PCC. O objetivo da Polícia Federal é fazer com que essa operação tenha fases. Para área de tráfico de drogas, temos o mesmo objetivo que investigue crimes de corrupção. É desenvolver fases da investigação

A conclusão da PF, expressa pelo delegado, na verdade, não é nenhuma novidade para a população pobre, que sabe muito bem quem comanda e para onde vai o lucro do tráfico.

Entretanto, fica a pergunta, se a PF sob comando da direita golpista e, principalmente neste momento, sob comando do bolsonarismo, vai de fato, prender os reais criminosos, os “donos” do esquema, ou se vai continuar massacrando a população pobre na periferia e jogando milhares todos os meses na cadeia por um suposto “tráfico de drogas”.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas