Greve dos Petroleiros!!!
Um dos casos mais alarmantes é o caso da plataforma P-77, no campo de Búzios, que está entre as bases que retornaram em escala normal de trabalho em meio à pandemia
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
05-07-17-RLAM
Paralisação Petroleiros | Poder360

Com o golpe de 2016,  a eleição fraudulenta de Bolsonaro e agora essa crise sanitária, a Petrobras vem sendo alvo de diversas políticas de desmonte e de privatização. Uma das medidas mais prejudiciais nesse momento é a exposição dos petroleiros ao vírus, pois não foi feita nenhuma medida por parte da direção para amenizar a contaminação.

Um dos casos mais alarmantes é o caso da plataforma P-77, no campo de Búzios (RJ), que está entre as bases que retornaram em escala normal de trabalho em meio à pandemia, mesmo apresentando muitos trabalhadores com teste positivo para Covid-19. Ainda assim, a diretoria golpista da Petrobras forçou todos a retornarem aos postos de trabalho, colocando milhares de petroleiros em risco.

A atual direção da empresa impôs o retorno no último dia 27 e estima que aproximadamente 70% dos cerca de 100 trabalhadores que se revezam à bordo são empregados terceirizados. Muitos trabalhadores acusaram positivo nos testes realizados, porém ninguém sabe ao certo o número exato de infectados.

Segundo Jancileide Morgado, diretora do Sindipetro-NF, a situação com os trabalhadores terceirizados é mais preocupante, pois ficam apenas 9 dias em casa em isolamento, graças à jornada, que tem 14 dias de folga mais perde-se muito com o deslocamento e alguns dias em hotéis para depois irem para a plataforma, o que os tornam mais expostos ao vírus.

A direção da Petrobras age como se a pandemia não existisse mais, pois a bordo estão o número normal de funcionários antes da pandemia, um absurdo, pois com o número normal não da para evitar as aglomerações, o que termina inviabilizando qualquer tentativa de promover o distanciamento social necessário.

O governo ilegítimo de Bolsonaro e a direção da Petrobras tem colocado os petroleiros em uma situação de vulnerabilidade muito expressiva para contaminações. É preciso que a FUP vá além da denúncia das condições de trabalho (que de fato são alarmantes), é preciso chamar uma greve para defender a vida dos trabalhadores.

Somente uma paralisação total da categoria vai colocar abaixo os desmandos dessa diretoria genocida, que coloca trabalhadores saudáveis com contaminados e não isolam ninguém. Uma política assassina, por isso é preciso que os trabalhadores ultrapassem as direções e deflagrem uma greve, para preservar seus direitos e empregos, pois a ameaça de privatização está a todo o vapor.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas