Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Encontro com Presidente Interino da Petrobras, Ivan Monteiro.
|

O mais novo presidente golpista da Petrobras, Ivan Monteiro, é o típico sujeito “honesto”, “honrado” e “moral” que a direita adora colocar em cargos de chefia, como o ex-presidente entreguista Pedro Parente.

O novo capacho imperialista foi réu em setembro do ano passado de uma ação onde “deixou” de declarar os valores extremamente relevantes da entrega – chamada de venda – de 90% de um ativo importante da petroleira, a NTS (Nova Transportadora do Sudeste), de um gasoduto com mais de 2 mil km. Esse é o famoso esquema dos entreguistas da direita: à preço de banana e tirando sua parte por fora.

Como se a própria informação de que estão roubando nossas empresas já não fosse bizarra o suficiente, apesar de o novo chefão ser condenado pela Comissão de Valores Imobiliários (CVM) a pagar R$ 200 mil para encerrar um processo de investigação de 2017, em que ficou provado esse roubo de um setor importante e bilionário da Petrobras – multa que ele próprio sugeriu. Esse é o esquema da direita: ela rouba, ela julga, ela salva seus tucanos do esquema e continua governando. Demonstra claramente que a política de luta contra a corrupção serve apenas contra a esquerda.

Enquanto Lula está preso sem provas, os donos do golpe assaltam as empresas nacionais abertamente. Por isso é necessária uma greve geral que paralise toda a produção e coloque uma derrota contra o golpistas pela força das organizações operárias e camponesas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas