Crise na saúde mundial
A peste bubônica, pandemia mais devastadora da história da humanidade, apareceu em dois casos na Mongólia e em alguns casos na China, colocando em alerta demais países asiáticos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
A Chinese flag flies near apartment buildings in Beijing on September 11, 2015. The Chinese government is capable of maintaining high economic growth, Premier Li Keqiang said on September 9, after fears the economy was slowing rocked global financial markets in recent weeks. AFP PHOTO / GREG BAKER        (Photo credit should read GREG BAKER/AFP/Getty Images)
Bandeira da China | Foto: Reprodução

Em meio à pandemia do coronavírus, que já matou pelo menos 533 mil pessoas segundo os dados oficiais disponibilizados pelos países, reaparece uma das doenças que mais preocuparam a humanidade durante sua história. Trata-se da peste bubônica, popularmente conhecida como peste negra, que devastou a Europa e a Ásia em vários períodos de surtos da doença.

Inicialmente, foram descobertos dois casos da doença na Mongólia. Após alguns dias, a China declarou que alguns casos foram identificados no norte do país, fazendo com que algumas cidades entrassem em isolamento social e dissessem que investigarão casos de mortes repentinas.

Demais países da Ásia, como Rússia, Cazaquistão, Uzbequistão, Quirquistão, Tadjiquistão, Afeganistão, Paquistão, Índia, Nepal e Butão, também já estudam medidas para combater algum surto da doença.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas