Balanço da situação na Bolívia
Segundo pesquisa de boca de urna, o candidato do partido de Evo Morales ganharia no primeiro turno; entretanto os resultados oficiais até agora das urnas deem Mesa como 1° colocado
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
MAS-bolivia2020
Candidato de Evo, Luis Larce | Foto: Reproduçao

Uma pesquisa de boca de urna realizada na Bolívia indica que o candidato do Movimento ao Socialismo (MAS), partido do presidente deposto Evo Morales, sairá vitorioso nas eleiçoes que ocorreram neste domingo. Luis Arce, entao candidato do MAS, aparece na pesquisa como futuro presidente da república, somando 52% de todo eleitorado. Após diversas manobras para impedir a candidatura do MAS, principalmente no que se refere ao presidente deposto, o prognóstico mais evidente seria que se as eleiçoes fossem realmente democráticas, a começar pela participaçao do partido de Evo que tentou ser retirado da legalidade diversas vezes, e sem interrupçoes dos golpistas, a vitória certeza seria mesmo a do candidato do MAS. O resultado dessa pesquisa causou uma euforia em toda ala majoritária da esquerda, principalmente a boliviana. 

Algumas figuras destacadas da direita golpista já saíram à tona para parabenizar Luis Arce pela vitória. Os dois casos mais surpreendentes foram os de Jeanine Añez, atual presidenta do governo provisório que se formou após substituir a junta militar que deu efetivamente o golpe de Estado, e o secretário-geral da OEA Luis Almagro, que assegurou a campanha de calúnias contra Evo e o MAS para garantir a concretização do golpe, que na época “comprovou” a tese de Carlos Mesa que dizia que Evo havia fraudado as eleições. Mesmo que a realidade tenham sido o oposto. Ambos parabenizaram o Arce pela vitória. Mas ainda é preciso ter muita cautela.  

O candidato adversário de Arce nessas eleições, o direitista Carlos Mesa, do Partido Cidadao, que foi o mesmo que iniciou a campanha golpista contra Evo nas eleições em que ele se saiu vitorioso e fora acusado de fraude, mostrou suas ressalvas a parabenizar o candidato de Evo tão imediatamente, mesmo que o clima vigente nesse momento do país seja de vitória da esquerda. Segundo Mesa, aceitaria sim a derrota frente ao pleito atual, mas ainda espera o resultado oficial. Segundo Mesa, ele reconhecerá se for derrotado e pronunciou que a Comunidade Cidadã será “oposição democrática” em todo período em que Arce governará o país durante seu mandato; tal qual um PSDB. A questão que permanece é: Mesa fará uma oposição democrática tal como fez com Evo em 2019?

Um dado importante das eleições bolivianas e principalmente sobre essa pesquisa é o silencio da extrema-direita fascista. Essa extrema-direita cumpriu um papel decisivo no golpe de Estado, afinal foram os grupos partidários de Camacho, o principal representante do fascismo no país vizinho, que fizeram todo trabalho sujo resultado da campanha de arlos Mesa e referendada pela OEA. Os grupelhos fascistas tomaram as iniciativas práticas do golpismo, sendo responsáveis pelos assassinatos, sequestros, espancamentos e escárnios públicos que marcaram o início da operação golpista e que foram decisivos para sua parcial vitória.  Partidários de Camacho já se anunciaram na mesma orientação a de Carlos Mesa, dizendo esperar a decisão oficial.

Devido a situação na contagem dos votos até o momento e as posições políticas contraditórias dos principais grupos políticos que fazem parte do bloco golpista, podemos dizer que os resultados das eleições bolivianos deste domingo ainda são incertos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas