Bolívia
Golpe no país vizinho fica escancarado com pesquisa eleitoral, que coloca o candidato do partido de Evo Morales, Luis Arce, como franco favorito da população para levar as eleições
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
w980-p16x9-000_Mvd6451977
Imagem: AFP - AIZAR RALDES |

Em pesquisa eleitoral realizada na Bolívia, o candidato à presidência Luis Arce do Movimiento al Socialismo (MAS), partido de Evo Morales, obteve o primeiro lugar com 31,6% das intenções de voto. Enquanto isso, o segundo colocado, Carlos Mesa, ex-presidente e um dos pilares do golpe de estado que ocorreu no ano passado, obteve 17,1%.

A pesquisa demonstra que o partido do ex-presidente Evo Morales é o mais popular do país, assim como acontece com o Partido dos Trabalhadores no Brasil, e que é impossível esconder sua popularidade frente à população. Mesmo após um golpe de estado violento, que obrigou o presidente eleito a renunciar, enquanto a extrema-direita fascista saia às ruas em violentas marchas contra a população trabalhadora, o partido segue tendo a preferência nacional com grandes chances de eleger o próximo presidente do país.

O problema é que, assim como no Brasil, as eleições não são respeitadas pela burguesia, que sabe que não tem chances contra o MAS. Sendo assim, podemos esperar por uma nova fraude nas eleições por parte dos capachos do imperialismo que depuseram Evo Morales.

Da mesma forma, o Brasil sofreu um golpe de Estado e da mesma forma a esquerda jogou todas as fichas nas eleições, mesmo após a prisão arbitraria de Lula e o show de horrores por parte da direita para que ele não fosse candidato. É bem provável que ocorra na Bolívia a mesma situação, com a direita fraudando as eleições para conseguir o governo, o que aliás já está ocorrendo com todos os impedimentos para que Evo Morales não pudesse sair candidato.

A esquerda tem de se mobilizar no país para frear o golpe de Estado, sem ilusões de que os resultados eleitorais serão justos e representarão aquilo que a população, em especial os trabalhadores, desejam.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas