Governo em crise
A pesquisa mostrou que a popularidade artificial do governo Bolsonaro está despencando e que as tendências à mobilização pela liberdade de Lula são cada vez maiores.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
bolsonarochorando
O presidente ilegítimo Jair Bolsonaro vê seu governo afundando em uma crise cada vez maior. |

Da redação – O instituto de pesquisa Vox Populi divulgou mais uma pesquisa retratando a situação política nacional. De acordo com o novo levantamento, a rejeição do povo brasileiro ao presidente ilegítimo Jair Bolsonaro saltou de 26% para 40%. Por outro lado, a quantidade de brasileiros que defendem um novo julgamento para o ex-presidente Lula já se tornou maioria (53%).

Embora os levantamentos feitos pelos institutos de pesquisa não sejam suficientemente confiáveis para analisar a situação política, pois costumam apresentar dados subestimados em relação às revolta da população contra a política neoliberal, o resultado da nova pesquisa reflete a crise do regime político.

A política econômica desastrosa do governo Bolsonaro e seus ataques aos trabalhadores está levando a uma revolta cada vez maior da população – revolta essa que se expressa nas tendências à luta contra o governo. Na medida em que cresce a revolta contra o governo, cresce, inevitavelmente, a mobilização em torno do ex-presidente Lula, preso político do regime.

É impossível separar a luta pela liberdade de Lula e a luta pela derrubada do governo Bolsonaro. Bolsonaro se tornou presidente justamente porque Lula teve seus direitos políticos cassados – Lula é o maior líder popular do país e uma ferramenta indispensável dos trabalhadores na luta contra o golpe.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas