Pesquisa eleitoral com Bolsonaro à frente é pressão para Lula desistir da candidatura

brazil-workers-union-lula-douglas-magno-afp

Na última segunda-feira, dia 10 de setembro, o instituto golpista, Datafolha, divulgou mais um levantamento eleitoral com os atuais candidatos, excluindo de maneira arbitraria, como não poderia deixar de ser, a candidatura do ex-presidente Lula.

Na pesquisa, o candidato de extrema-direita, Jair Bolsonaro, aparece em primeiro lugar com 32% dos votos, teria crescido, de acordo com o levantamento, seu percentual em 2%, comparando com a pesquisa anterior realizada em agosto.

A pesquisa, para além dos números, tem um objetivo claro, faz parte da campanha golpista para pressionar o ex-presidente Lula a abandonar sua candidatura para a presidência. Nos últimos dias, com a aproximação do prazo estipulado pelo Supremo tribunal Federal para que o PT abandone sua principal liderança da corrida presidencial e se submeta a chantagem dos golpistas pelo plano B, a burguesia tem pressionado por todos meios Lula e seu partido para que haja de acordo com seus interesses.

O suposto atentado com Bolsonaro, a pesquisa divulgada apresentando o candidato fascista e uma campanha de terror dos órgãos de imprensa burgueses contra a esquerda, no caso o PT, para que este acate aquilo que os golpistas mais querem, que Lula abandone sua candidatura em nome do plano B.  A tática e apresentar o candidato defensor dos grupos mais reacionários, de extrema-direita e fascista subindo nas intenções de voto, forcando o candidato, com maior apoio popular, que lidera todas as pesquisas, mas que esta impedido de participar do pleito por conta de uma decisão ilegal, a deixar de lado o seu nome na disputa.

A pressão da direita sobre Lula, que mesmo preso, tem todas as chances de ser eleito no primeiro turno e detém  enorme apoio popular, demonstra que o ex-presidente e o único que representa uma oposição real golpe, o único que, devido ao apoio que tem dos movimentos sociais e da classe trabalhadora, causa terror naqueles que vem impondo uma politica de terra arrasada contra povo. Nesse sentido, e necessário lutar ate o fim e de maneira incondicional pela candidatura de Lula e por sua liberdade.