Pesquisa aponta Lula com 41% das intenções de voto e venceria eleições no primeiro turno

Lulaa

Uma pesquisa feita pelo Vox Populi, realizada entre os dias 18 e 20 aponta que o ex-presidente Lula não só mantém a liderança nas intenções de voto, como tem ampliado a sua preferência no eleitorado. A pesquisa, que foi encomendada pela Central Única dos Trabalhadores, revela também que as demais pesquisas tem manipulado para diminuir as intenções de voto em Lula do PT.

A pesquisa revelou que o ex-presidente ampliou a sua vantagem com 41% das intenções de voto, já que na pesquisa feita em Maio aparecia com 39%. Essa votação seria suficiente para Lula vencer no primeiro turno as eleições presidenciais, já que a soma da intenção de voto nos demais candidatos (29%) não ultrapassa a de Lula.

A maioria dos outros pré-candidatos também tiveram variações nas intenções de voto. Jair Bolsonaro, do PSL, manteve os mesmos 12% que tinha em Maio. Ciro Gomes, do PDT, variou de 4% para 5%. Marina Silva, da Rede, caiu de 6% para 4%. Geraldo Alckmin, do PSDB, foi de 3% a 4%. Álvaro Dias, do Podemos, passou de 2% para 1%.

A pesquisa indica ainda que Lula tem a preferência de 60% do eleitorado do Nordeste. Entre os que ganham até dois salários mínimos, Lula aparece com 49%. Lula aumentou as intenções de voto também entre os que ganham mais de 5 salários mínimos, passando de 23% para 29%.

A tendência crescente da candidaduta de Lula expõe de forma concreta porque os golpistas prenderam Lula numa espécie de masmorra em Curitiba sem qualquer base na lei ou na Constituição. Lula esta preso porque é o único representante dos trabalhadores que poderia vencer as eleições em 2018, mesmo diante de toda manipulação que será feita pela ala golpista.

Essa pesquisa reforça ainda mais a necessidade de mobilizar todas as forças possíveis de todos aqueles que lutam contra o golpe de Estado no Brasil para o ato que será realizado em Brasília no dia 15 de Agosto, ocasião em que será registrada a candidadura de Lula. É preciso combater nas ruas as articulações que os golpistas fazem nesse momento para impedir a candidatura de Lula, passando por cima da lei mais uma vez.