Falências e demissões em massa
A pandemia de Covid-19 não é a causa da crise apenas um agravamento
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
great depression
Família de agricultores na Califórnia na década de 1930. Por Dorothea Lange |

O capitalismo entra em mais uma de suas crises globais só que desta vez economistas estimam que em amplitude será pior que a recessão de 2008 e possivelmente até pior do que a grande depressão de 1929, isto é, a crise atual pode se tornar a pior da história.

As previsões são dramáticas com estimativas de recessão nas economias de todos os países imperialistas e também de recessão ou baixíssimo crescimento para outro países como é o caso da China. Os números vão de -2% a -5% nos PIBs do Reino Unido, França, Alemanha e EUA de acordo com as próprias instituições financeiras como Goldman Sachs e o Deutsche Bank. No Brasil a situação é semelhante com estimativas de retração de 4,4% no PIB de acordo com a FGV. Os impactos nas bolsas de valores já são vistos atualmente com quedas drásticas todas as semanas sendo a última esta quinta 26/03.

Os economistas também preveem altas históricas no desemprego na Europa chegando a casa dos 12%. Nos EUA onde há menos leis trabalhistas as estimativas chegam a casa dos 30%, só na semana de 14-21 de março houve um aumento de 3 milhões de trabalhadores solicitando seguro desemprego! No Brasil a situação deve se aproximar mais a dos EUA devido a destruição dos direitos dos trabalhadores que ocorreu após o golpe de 2016, só no curto prazo estima-se que serão 5 milhões a mais de desempregados, atingindo a casa de 25 milhões.

A imprensa burguesa tenta colocar a culpa da crise apenas no vírus corona aproveitando o grande medo que é gerado devido a pandemia. Contudo ele é apenas um dos fatores dentro de uma crise muito maior.

Apesar de sua natureza de crises periódicas o capitalismo não tem a capacidade de se recuperar completamente dos abalos sofridos, desde o início do século XX quando ele atingiu a fase imperialista passou por diversos momentos de crise como a primeira e a Segunda Guerra Mundial, a própria crise de 1929, a crise de 1974 e a recessão de 2008. Esta última foi um enorme golpe na economia mundial que até hoje não chegou nem perto de se recuperar, e é nessa situação que a economia será atingida por outra crise de igual ou maiores proporções. Esta é uma das grandes evidências de que o capitalismo caminha para sua própria extinção e portanto de seu fim outro sistema há de surgir, o socialismo.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas