Golpe no Equador se aprofunda: Procurador-geral acusa Correa de ordenar sequestro

correa

Da redação – Aumenta a situação de perseguição dos capachos do imperialismo contra o ex-presidente do Equador, Rafael Correa, com uma nova acusação vinda da Procuradoria-geral, na qual o promotor Paúl Pérez apresentou 28 “evidências” na audiência que acusa o ex-presidente de participar do sequestro do político Fernando Balda, realizado em Bogotá em 2012.

Além de Correa e Pablo Romero, seu ex-secretário de Inteligência, a perseguição se estendeu para os ex-agentes de inteligência Diana Falcón e Raúl Chicaiza que também foram acusados.

O que devemos ressaltar aqui brevemente é o fato de que o Equador é um Brasil piorado, onde a justiça burguesa é capacho do imperialismo e está perseguindo a esquerda. Nesse sentido, como denunciado por este diário, a arbitrariedade judicial é ainda maior, pois Rafael Correa está sendo acusado em um caso onde, um cidadão que fugiu do Equador, estava na Colômbia e foi sequestrado, porém, o caso, ao invés de ser visto na Colômbia é um assunto das autoridades judiciais equatorianas.

Uma armação total. Esta investigação já prendeu 3 pessoas, condenadas e, intrigante, nada relacionado a Rafael Correa apareceu. O crime até “expirou”, porém, com a conveniência do imperialismo, as autoridades equatorianas reabriram o processo no Equador com base na delação do cidadão que foi sequestrado.

Agora, ligaram Correa depois que os ex-agentes indicaram em suas versões que a ordem para executar o sequestro veio do ex-secretário Romero.

A situação toda é uma total perseguição política parte do golpe de Estado que houve com a traição de Lenin Moreno, que começou com a condenação do ex-vice-presidente de Correa, Jorge Glas. Tudo isso faz parte da política golpista orientada pelo imperialismo em toda América Latina, como as perseguições a Lula no Brasil e a Cristina Kirchner na Argentina.

Assista a Análise Internacional onde foi explicado o Golpe:

 

Assista a palestra onde todo o caso foi denunciado por um parceiro de Correa na Europa: