Estado arbitrário
Em crise, regime burguês aumenta a violência contra a população

Por: Redação do Diário Causa Operária

No programa do PCO Análise Política da Semana, deste sábado(6), o companheiro Rui Costa Pimenta traçou a escalada no Brasil da destruição dos direitos individuais e democráticos do povo. O companheiro Rui Costa Pimenta começou sua abordagem analisando o papel da Operação Lava Jato, a qual Rui chama a atenção de que ela não foi apenas uma conspiração contra Lula.

“Na verdade tudo isso aí é jogar para baixo o verdadeiro significado da Lava Jato”, diz Rui. Ministra do STF, instituição que muitos consideram no momento como baluarte da democracia, defendendo inclusive suas arbitrariedades, Carmem Lúcia revelou que havia entrada em contato com Raul Jungmann, ministro do ex-presidente golpista Temer (MDB), para que ele (Jungmann), através da Policia Federal, desse ordem de não liberar Lula quando um juiz mandasse soltá-lo.

Está aí configurado um crime da ministra, do ex-ministro e da Policia Federal, que deveria seguir a ordem judicial. Toda essa trama, tinha como objetivo manter Lula preso. E o que fica claro na ação é uma campanha contra o governo do PT, alegando que ele era corrupto, e por isso deveria ser derrubado, com apoio de todas as instituições burguesas.

Um crime! Um processo farsa para manipular o regime politico brasileiro, impedindo de o ex-presidente participar das eleições de 2018. Todos esses atores continuam querendo manipular a política atual. Hoje o STF está segurando, prorrogando em tomar uma atitude justa em prol de Lula. Por quê? E o conjunto em questão é muito maior. Está em operação um movimento para manipular todas a instituições do país, um atentado contra os direitos políticos da população, para que ela fica passiva diante desse escândalo política nunca visto desde 1964.

Para Rui Costa Pimenta é preciso impugnar todas essas ações e denunciar essas instituições. Os casos recentes de ataques aos direitos democráticos, como o que ocorreu com o deputado Daniel Silveira, tem que ser denunciado, sendo um grande erro o apoio da própria esquerda a essa prisão, mesmo sendo um deputado fascista. As instituições burguesas estão limitando a liberdade de expressão, silenciando as redes sociais, julgando antes do processo legal e atacando o estado de direito democrático.

É preciso colocar em pauta o crime de todos esses golpistas, integrantes do STF, militares, TSE, TRF, enfim, não foi uma medida isolada como a esquerda avalia. Isolar essas medidas é ser cúmplice de uma das armações mais antidemocráticas no país até hoje. Ir para novas eleições com esse pano de fundo cínico e golpista não garante nas eleições(que sempre foram e são antidemocráticas e manipuladas pela burguesia) um pingo de condições democráticas no país.

Uma grande mobilização popular contra todo esse sistema é um primeiro passo para desmascarar esse regime.. Não há mais como esconder. Toda a imprensa burguesa fará campanha contra essa mobilização. Toda essa armação fora organizada também por instituições norte americanas, tanto com relação à criminosa operação Lava Jato quanto com relação ao golpe de Estado em 2016. O golpe foi uma verdadeira conspiração feita pela burguesia nacional com instituições estrangeiras contra o Brasil. Esse é o resultado da Lava jato, diz Rui.

Sem denunciar e combater essa trama golpista em marcha no Brasil, veremos a cada dia os direitos democráticos sendo atacados. Desde o deputado Daniel Silveira, que foi preso por opinar e bravatar contra a casta do STF, tendo sua imunidade parlamentar desrespeitada, passando por um humorista direitista e bizarro como Danilo Gentilli, ou um blogueiro da extrema direita preso, um site de esquerda ou de direita silenciados, até um militante petista como André Constatntine preso por também opinar, dessa vez contra a PM, as instituições golpistas vão recrudescendo o Estado arbitrário no Brasil e fortalecendo o Estado burguês, o qual, sem um representante eficiente para derrotar a esquerda nas próximas eleições, apoiará a reeleição do ilegítimo Bolsonaro.

Enfim, essas questões precisam ser discutidas, a esquerda parlamentar precisa acordar e denunciar, como o PCO já vem fazendo, todas as arbitrariedade e crimes cometidos pelos militares, pelo judiciário, pela Policia Federal, pelos grandes meios de comunicação, pela ingerência imperialista dos Estados Unidos, para que possa mobilizar o povo em defesa de seus direitos democráticos, pedindo a anulação de toda a criminosa Operação Lava Jato, assegurando liberdade a todos os prejudicados e a Lula, a fim de que ele tenha o direito de se candidatar em 2022 e combater o fascismo em marcha no país.

Send this to a friend