Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

A campanha da imprensa burguesa e do Judiciário golpista de perseguição ao ex-presidente Lula continua a todo vapor. Desta vez, na manhã desta quarta-feira (21), em Curitiba, Fernando Schahin, condenado por corrupção e executivo do grupo Schahin, disse ao juiz Sérgio Moro que Lula teria – atenção para o termo – “abençoado” a contratação do grupo pela Petrobrás.

A contratação seria para pagar uma dívida feita em 2004, em nome do pecuarista José Carlos Bumlai com o banco Schahin, que posteriormente teria destinado o dinheiro do empréstimo para o PT.

Segundo o diz que me diz que, Fernando disse a Moro que teria ouvido Bumlai dizer: “avisa o pessoal que o presidente está abençoando o negócio”. A versão confirmaria a fala de Salim Schahin, pai de Fernando, que em fevereiro disse que o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, teria dito que Lula “sabia” da contratação do grupo por parte da Petrobrás.   

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas