“Perigoso criminoso”: adolescente desenha em sujeira de viatura e é preso

policia

O golpe de Estado de 2016, orquestrado e financiado pelo imperialismo, foi preparado por uma série de manifestações artificias, que ficaram conhecidos como “coxinhatos”. Nesses “coxinhatos”, era sempre possível ver os coxinhas tirando fotos com policiais militares e segurando cartazes com frases como “bandido bom é bandido morto”. Os heróis dos coxinhas, no entanto, não estão minimamente comprometidos com o interesse dos trabalhadores – a polícia não passa de uma máquina criada para esmagar a população.

Em Mato Grosso, um jovem de apenas 18 anos foi preso por ter feito um desenho no capô de uma viatura da Polícia Civil. O desenho, contudo, não foi feito com um marcador ou com um pincel – o desenho foi feito sobre a poeira do capô do carro. Ou seja, na pior das hipóteses, o que o adolescente fez foi limpar um pouco o carro, e não estragá-lo.

A imprensa burguesa, como era de se esperar, saiu em defesa da polícia. O portal G1, que pertence às Organizações Globo, disse, em matéria, que “a Polícia Civil de Sorriso afirma que vários veículos da delegacia, tanto de uso policial quanto uso particular, são alvos de vândalos nos últimos meses. Os suspeitos arranham as viaturas e desenham siglas de facções criminosas”. Ou seja, para a Globo, embora Fernando Henrique, Aécio Neves e os demais capachos do imperialismo que saquearam o país mereçam a liberdade, um adolescente que faz um simples desenho na sujeira da viatura deve ser considerado membro de uma facção criminosa.