A imprensa burguesa descobriu
Mesmo sem saber quem chegará ao segundo turno em S. Paulo, já é certo quem a imprensa burguesa vai usar para representar a “esquerda” na frente ampla de 2022
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
boulos folha
Globo, Veja e Folha já deram o recado | FSP

A poucos dias do dia mais importante da vida de Guilherme Boulos, o professor de História da Arte da Unicamp, Jorge Coli, teve “a sensação de ouvir um futuro grande político nas entrevistas dadas por Boulos” que fala com a “dicção da sinceridade”. Foi o que escreveu na Folha de S. Paulo quando disse também ter sido “seduzido” pelo candidato do PSOL que pôs tudo no plano do debate e da racionalidade. Torcendo por um resultado que não pode prever nas urnas, o colunista da Folha arrematou: “Boulos se confirma como uma liderança promissora das forças progressistas”. Assim falou a imprensa capitalista.

Não foi a primeira vez que Boulos recebeu elogios nas páginas de um dos órgãos que foram instrumentais no sucesso do processo do Mensalão, na derrubada de Dilma Rousseff e na prisão de Lula. A revista Veja publicou um mês antes o artigo assinado por Matheus Leitão, “Boulos: o maior fenômeno eleitoral de 2020?” (creio que o ponto de interrogação tenha entrado aí como um erro de digitação). As correntes internas do Partido da Imprensa Golpista (PIG), como definiu o finado Paulo Henrique Amorim o monopólio da opinião pública por meia dúzia de famílias no Brasil, estão bem alinhadas.

Mas por que a imprensa capitalista acha Boulos tão bom? Por que ele seduz colunistas, surpreende especialistas e encanta jornalistas de órgãos que, por padrão, espumam de ódio quando falam da esquerda? É simples: ele “avança no eleitorado de esquerda, inclusive sobre simpatizantes do PT”, afirmou a coluna Maquiavel da revista Veja. A coluna de Lauro Jardim em O Globo foi inscrita para inspirar o eleitorado de esquerda “indeciso”: “para chegar lá [no 2º turno] é melhor apostar nele do que em outro nome que aparece mal nas intenções de voto”. 

As palavras de uma fonte anônima (será mesmo uma fonte?) citadas pelo Globo resumem a questão: “Um petista do diretório nacional do partido resume: – A gente pode ganhar em 1 mil prefeituras. Mas se o desempenho em São Paulo for pífio e ficarmos atrás de Boulos, o nosso retrato nos jornais será o do fracasso”. Como assim será? Quem poderia ter dúvida de que a imprensa capitalista está apresentando Jilmar Tatto como um (senão o maior) fracasso do PT? Por que a Veja daria um título como esse: “Boulos se descola de França, humilha o PT e sonha com 2º turno”?

Boulos é “bom” segundo quem quer ver o PT morto e enterrado, sem chances de se levantar, com seu líder maior impossibilitado de concorrer à Presidência. Boulos é excelente se conseguir fazer com que o PT – e sua militância – fiquem atrelados à política de frente ampla, a reboque de um novo nome “de esquerda”,como Ciro Gomes (PDT-CE). Ele já até está ensaiando isso nessas eleições municipais.

Não à toa Boulos disse que 15 de novembro será o dia mais importante da sua vida.  Ele certamente não vai realizar o sonho da prefeitura própria nesta data. Mas o fato de que os inimigos do povo, que mentem, caluniam e combatem sistematicamente o povo, os trabalhadores e a esquerda, estejam elogiando-o – e não acusando de invasor de propriedades, comunista ou petralha – diz muito sobre sua importância para a burguesia. Se o prognóstico das pesquisas de opinião que o colocaram tecnicamente em segundo lugar estiver correto, Boulos será convertido oficialmente em instrumento “de esquerda” para conduzir o eleitorado subtraído criminosamente de Lula a uma aliança com os inimigos do povo em uma frente ampla em 2022.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas