Pelego: presidente da federação dos caminhoneiros é bolsonarista e contra a greve

oka

Da redação – O presidente da Federação dos Caminhoneiros Autônomos de Carga em Geral do Estado de São Paulo (Fetrabens) e do Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens do Estado de São Paulo (Sindicam-SP), Norival de Almeida Silva Preto, afirmou hoje (10) que não apoia a greve dos caminhoneiros que foi desencadeada nesta terça-feira.

“Estamos no fim de ano, em que as famílias saem de férias e viajam para descansar. Não podemos atrapalhar a sociedade e até mesmo a transição de um governo que está começando. Não é hora de brincar com o nosso povo e com o País”, disse o pelego, citado pelo jornal golpista O Estado de S. Paulo.

Percebe-se que ele faz o jogo das grandes empresas, uma vez que a greve é legítima e se deve à suspensão da multa a empresas que descumprissem o pagamento de frete aos caminhoneiros, efetuada pelo ministro Luiz Fux do Supremo Tribunal Federal (STF) na última quinta-feira.

Norival Preto, em seu perfil no Facebook, compartilha materiais em apoio ao fascista Jair Bolsonaro, imposto à presidência da República por meio de um processo absolutamente fraudulento, cujo maior exemplo foi a prisão ilegal e o impedimento do ex-presidente Lula concorrer.

Em postagem recente na rede social, ele compartilha uma foto em que aparece junto com membros da equipe de transição do governo Bolsonaro.

Ou seja, fica demonstrado que a greve dos caminhoneiros é legítima e os apoiadores de Bolsonaro que pertencem a alguma burocracia sindical de categoria pequeno-burguesa estão atrelados ao futuro governo ilegítimo e tentam boicotar a greve, que prejudica os interesses antipopulares dos grandes capitalistas e da direita.