Rei do Futebol
Enquanto alguns procuram relativizar a superioridade do brasileiro, seus feitos atravessam os anos e seguem imbatíveis
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
50525145308_e1c3fc15be_k
Exposição no Museu do Futebol em comemoração aos 80 anos de Pelé | Foto: Governo do Estado de São Paulo/ Fotos Públicas

O maior jogador de futebol de todos os tempos completou 80 anos de idade, um verdadeiro ícone do esporte mais popular do mundo. Além de inúmeros relatos de profissionais do esporte que atestam a superioridade do craque brasileiro, o Rei do Futebol tem ao seu lado um currículo recheado de recordes.

O talvez mais importante recorde diz respeito ao número de Copas do Mundo vencidas como jogador. Pelé fez parte das equipes que conquistaram as Copas de 1958, 1962 e 1970. Em sua primeira Copa do Mundo, aos 17 anos, Pelé assombrou o mundo com atuações épicas e decisivas. Apesar de ter se machucado no segundo jogo da Copa do Chile em 1962, frustrando os torcedores de todo o mundo, Pelé estava no grupo bicampeão mundial. Em 1970, encerrou sua participação em Copas do Mundo com atuações de gala, se destacando dentro de um grupo cheio de craques, naquela que é considerada por muitos como a melhor seleção nacional de todos os tempos.

Pelé é mundialmente famoso, no entanto, pelo seu incrível recorde de gols. O maior artilheiro da história do futebol marcou 1.283 gols em 1.363 jogos, uma marca impressionante. Os badalados Cristiano Ronaldo e Messi, por exemplo, ainda têm muito chão para tentar chegar aos 800 gols.

Atualmente importamos mais um estrangeirismo, a expressão “hat-trick”, utilizada para indicar que um jogador marcou três gols numa mesma partida. Pelé marcou três gols em 92 jogos, outro recorde absurdo. Em 30 jogos marcou quatro gols e em 7 jogos balançou as redes cinco vezes. Pelo Campeonato Paulista de 1964, marcou 8 gols no Botafogo-SP, numa lendária partida onde o goleiro botafoguense Galdino Machado foi eleito o melhor jogador do Botafogo-SP em campo, mesmo sofrendo 11 gols do ataque santista.

O jovem craque francês Kylian Mbappé se tornou na última Copa do Mundo o segundo jogador mais jovem a marcar um gol na competição máxima do esporte. Advinha que é o primeiro.. Pelé não é apenas o mais jovem a marcar gol, mas é também o mais jovem a marcar três gols. O brasileiro meteu três gols no verdadeiro atropelo por 5 X 2 do Brasil sobre a França bem na semi-final da competição.

Como já era de se esperar, Pelé é também o mais jovem a marcar gol numa final de Copa do Mundo. E não marcou um, mas dois gols. E sobre a anfitriã seleção sueca, derrotada também por 5 X 2. Seu primeiro gol no jogo é uma verdadeira joia da história do futebol, um gol antológico, onde o jovem Pelé chapelou um zagueiro sueco antes de vencer o goleiro.

Como o Rei do futebol não tinha apenas gols para oferecer, figura também como recordista de assistências numa mesma Copa. Essa estatística passou a ser computada apenas em 1966. Em 1970, Pelé deu nada menos do que uma assistência para gol por jogo, 6 no total.

Um fato curioso é que apesar de não ter a estatura dos jogadores mais altos, medindo apenas 1,73m, Pelé se agigantava dentro da área, diziam até que parava no ar. Com essa incrível habilidade, marcou cerca de 200 gols de cabeça.

E para além dos números imbatíveis, Pelé foi um dos principais responsáveis pelo estabelecimento do “futebol arte”, que impulsionou a popularidade do esporte.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas