Desemprego dispara
Aumento do número de pedidos de seguro desemprego é reflexo da política adotada pelo governo Bolsonaro que gera desemprego e retira os direitos dos trabalhadores.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
desemprego
Fila agência de empregos | Foto: Reprodução
No mês de maio deste ano (2020) o estado do Rio Grande do sul registrou 66.820 solicitações do  seguro-desemprego, um aumento de 70,3% em relação ao mês de maio de 2019 que contabilizou pouco mais de vinte mil pedidos. O aumento, embora em menor grau, também pode ser verificado a nível nacional que foi de 53% em comparação aos meses de maio de 2019 e maio de 2020.
O crescimento exponencial do número de pedidos de seguro desemprego é reflexo da política adotada pelo governo Bolsonaro e pela burguesia de conjunto de retirada de direitos dos trabalhadores, como redução de salários, redução dos direitos trabalhistas das gestantes, demissões em massa, etc. Política esta busca resguardar os grandes empresários e que coloca na conta dos trabalhadores e trabalhadoras a responsabilidade de salvar os patrões às custas do sacrifício da classe trabalhadora.
Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas