Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

A peça “Mato Cheio – Fuga Degenerada” feita pelo coletivo “Carcaça de Poéticas Negras”,  busca retratar a história da fuga de escravos durante o período da escravidão, onde se refugiavam em quilombos no estado de São Paulo, se inspira na fuga de escravos por uma linha férrea no bairro Jabaquara, onde logo se encaminhavam para os quilombos existentes em Santos.

A história consiste na ideia de retratar essa trajetória feita nesse processo de fuga até os quilombos, desde a retratação acerca da migração feita pelo povo negro. A trama da peça se baseia na fuga de uma das personagens, onde a mesma é interpretada e vista por três perspectivas diferentes: vão desde obstáculos, sonhos e pensamentos que encaminham a história.

O roteiro da peça consiste em histórias e depoimentos pessoais, além de pesquisas sobre migração. Em síntese a peça é uma das maneiras de demonstrar os caminhos pelos quais percorreram e percorrem a população negra, exemplificando as formas como isso ocorre e como se dá ao longo das gerações.

“Mato Cheio” tem duração de 70 minutos, terá suas apresentações feitas neste fim de semana.

As apresentações que ocorrerão na sexta, dia 2, e no sábado, dia 3, serão às 21h30, e no domingo, dia 4, se inicia às 18hoo.

A peça será apresentada no Galpão Cultural Humbalada que fica localizado Avenida Grande São Paulo, 282, Parque Brasil São Paulo, com entrada franca. É preciso retirar o ingresso com uma hora antes do início do espetáculo.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas