Golpe contra os estudantes
PE: estudantes protestam contra calote dado pelo governo do PSB
Governo deixa de fazer pagamento do Vem Passe Livre, mas não esquece de aumentar tarifa de ônibus para beneficiar empresário.
Vrm Passe Livre
Golpe contra os estudantes
PE: estudantes protestam contra calote dado pelo governo do PSB
Governo deixa de fazer pagamento do Vem Passe Livre, mas não esquece de aumentar tarifa de ônibus para beneficiar empresário.
Governo da golpe nos estudantes e deixa de recarregar o Vem Passe Livre.
Vrm Passe Livre
Governo da golpe nos estudantes e deixa de recarregar o Vem Passe Livre.

Após calote do PSB, estudantes, corretamente, protestam contra o saque à população e entram nos terminais de ônibus sem pagar passagem. O caso foi aludido no canal de notícias JC Online nesta quinta-feira (5).

De acordo com a fonte de notícias, a prática ocorre toda vez que os créditos não são liberados. Ainda de acordo com o Jornal do Commercio, um grupo de estudantes teriam entrado “irregularmente” no terminal Integrado de Pelópidas, na Região Metropolitana do Recife (RMR); mas ocorre, também, em outras estações da Região. O caso, no entanto, é recorrente, pois, em abril deste ano, os estudantes protestaram contra a falta de recarga e, também, devido aos depósitos abaixo do valor necessário para se locomoverem às suas devidas instituições de ensino.

A compra da recarga do Vem Passe Livre deve ser realizada sempre no último dia útil do mês vigente pelo Grande Recife Consórcio de Transportes. Assim, após a compra do crédito, cabe ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana-PE), liberar as passagens nos cartões dos estudantes, no primeiro dia útil do mês posterior.

O Consórcio, por sua vez, informou, por meio de nota, que devido a “um problema técnico no sistema de processamento de dados” não foi possível efetuar a recarga na data estimada. O Vem Passe Livre, criado pela prefeitura de Recife, para alunos das escolas municipais, foi posteriormente ampliado pelo Governo para os estudantes da rede estadual de ensino, em 2015. À época, Paulo Câmara (PSB), utilizou o passe livre como objeto de campanha eleitoral, além de uma – justificativa esfarrapada – para aumentar a tarifa de ônibus, realizada este ano, jogando o aumento nas costas da população ao invés de cobrar dos empresários de ônibus.

É preciso esclarecer que o VEM PASSE LIVRE é o cartão de passagens do Recife. O governo tem obrigação, por lei, de fornecer passagens aos estudantes. Todavia, isso não vem acontecendo. Diante deste golpe, é preciso reiterar que ação dos estudantes se configura como um protesto legítimo, devendo, portanto, ter amplo apoio da população também explorada pelo Consórcio golpista (Governo – Empresários de ônibus).