Ditadura à vista
Se aprovada, medida levará a um aprofundamento do regime golpista
tulio
Deputado federal Túlio Gadelha (PDT-PE) | Foto: Divulgação

O deputado federal Túlio Gadêlha (PDT-PE), pré-candidato a prefeito do Recife, afilhado político de Ciro Gomes e ligado à Rede Globo, propôs um projeto de lei que proíbe “a realização de comícios e eventos que gerem aglomerações na campanha eleitoral”. O projeto foi proposto pouco depois de as eleições terem sido adiadas para novembro.

Embora não haja data para que o projeto seja votado, não há dúvidas de que essa medida irá aprofundar a ditadura do regime político golpista. Para a burguesia, todos os setores da economia deve estar funcionando durante a pandemia: shopping centers, salões de beleza, fábricas etc. Uma política que levará milhares de pessoas à morte. Contudo, as únicas proibições que a direita está defendendo são aquelas que atingem diretamente os direitos democráticos do povo.

Uma eleição sem comícios será facilmente manipulada pela direita, que fraudou as eleições de 2018 ao tirar o ex-presidente Lula da disputa.

Relacionadas