Siga o DCO nas redes sociais

Partido da Causa Operária
PCO realizará plenária nacional dia 26 de janeiro
PCO realiza Plenária Nacional em São Paulo, no próximo dia 26. Evento terá a participação de militantes do PCO e outros, que seguem a política do partido
PCO-bandeira-grande-b
Partido da Causa Operária
PCO realizará plenária nacional dia 26 de janeiro
PCO realiza Plenária Nacional em São Paulo, no próximo dia 26. Evento terá a participação de militantes do PCO e outros, que seguem a política do partido
PCO, o partido da luta contra o golpe realiza plenária para organizar e centralizar a luta nacional
PCO-bandeira-grande-b
PCO, o partido da luta contra o golpe realiza plenária para organizar e centralizar a luta nacional

O Partido da Causa Operária realiza Plenária Nacional em São Paulo, no próximo dia 26 de Janeiro. Evento que terá a participação de militantes de todo o Brasil.  Servirá entre outras coisas para preparar o congresso e aumentar a organização e centralização do partido nacionalmente na luta contra o golpe.

Evento acontece em sequência a 45ª Universidade de Férias, também realizada em São Paulo, com início previsto em 17 de Janeiro.

 

Balanço das intervenções na situação política nacional, elaborar plano de ação para o próximo período

Plenária será aberta com análise de conjuntura pelo presidente nacional do PCO, Rui Costa Pimenta. Aberta às intervenções de todos os militantes, bem como convidados. Será a oportunidade de reunir companheiros militantes do partido do Brasil inteiro, e também convidados simpatizantes que podem ao PCO, incorporar-se. Oportunidade também para consolidar a unidade de ação. Demonstrar força na organização do partido, de par e passo, à influência que o partido tem tido na situação da política nacional.

 

PCO e as eleições, por Fora Bolsonaro

A participação nas eleições municipais em 2020 será tema da pauta de discussões políticas da importante plenária, porém não com as ilusões eleitorais da esquerda brasileira, viciada em eleições. O PCO utilizará esta tribuna – o da participação nas eleições – para denunciar o golpe, denunciar a fraude costumeira das eleições no Brasil, totalmente viciadas, controladas, e com os resultados dos eleitos previstos, com a vitória certa da burguesia. O eixo da temática eleitoral da campanha nos municípios não será a costumeira demagogia dos partidos viciados em eleições, tais como, “consertar buraco de rua”, “mais segurança com polícia”, “contra a corrupção”, e demais demagogias eleitorais, nas quais ninguém acredita.

 

Incorporar deliberações da 2ª Conferência dos Comitês de Luta ao Plano de Ações para o ano de 2020

Incorporar as principais deliberações da 2ª Conferência dos Comitês de Luta, como temática das eleições de 2020, a saber:

  • O Fora Bolsonaro;
  • Anulação das eleições fraudadas de 2018;
  • Eleições gerais já, com Lula candidato.
  • Contra o desemprego, redução para 35 horas semanais, a jornada de trabalho. Redução da carga horária de trabalho, sem redução de salários;
  • Salário mínimo de R$ 4.000,00.
  • Nenhuma privatização a mais. Cancelamento das privatizações já feitas. Controle dos trabalhadores sobre as empresas estatais;
  • Fim do extermínio da população pobre. Dissolução da Polícia Militar;
  • Cancelamentos das reformas, trabalhista, da previdência, de todas as reformas do golpe;
  • Reforma Agrária. Expropriação do latifúndio. Direito do armamento pelos trabalhadores rurais;
  • Cancelamento das concessões de rádios e TVs;
  • Estatização do sistema financeiro;
  • Por Governo de trabalhadores da cidade e do campo.