HAMBURGUER CE1920
SHARE

A CUT precisa convocar a mobilização nos bairros operários

Educação revolucionária

PCO lança ambicioso programa de formação marxista

A formação política é fundamental, por isso o PCO está investindo num projeto que compreende cursos para os diferentes níveis de conhecimento e de temas importantes

Marx e Engels – Foto: Reprodução

Este Diário tem falado sistematicamente da Escola Marxista, uma iniciativa tomada pelo Partido da Causa Operária para popularizar o Marxismo. Nossa ideia com a 4ª edição da Escola Marxista é fazer com que cerca de 2.000 mil pessoas participem desses cursos, nos mais de 60 cursos que devem ocorrer, no Brasil e no exterior. O curso é uma versão resumida e simplificada da última universidade de férias que teve como tema o problema do stalinismo.

Além da Escola Marxista, o PCO tem programada duas outras iniciativas de formação política, é necessário compreender o alcance desta iniciativa para que todos os interessados participem dela. 

A segunda iniciativa que é bastante importante é a Universidade Marxista, um curso de maior profundidade e de maior duração. Ela começou a ser feita originalmente há muitos anos, como parte da atividade da Aliança da Juventude Revolucionária, que começou promovendo acampamentos de férias para juventude que acabaram se transformando em um curso de formação geral para todos os militantes. Até o momento foram feitas 48 universidades de férias. Como ela ocorre duas vezes por ano, são 24 anos de formação política ininterruptos sobre os temas mais diversos.

Mais recentemente o PCO decidiu ampliar o trabalho com a Universidade Marxista para fora do período de férias, anteriormente era realizado a universidade de férias no começo e meio do ano, a partir deste ano foi decidido realizar quatro cursos da universidade de férias, dois cursos nas férias e dois cursos em período normal, ou seja, neste ano serão quatro cursos, sendo o primeiro o curso já ocorrido sobre o stalinismo.

Em Maio será realizado o curso sobre a questão da democracia, um tema fundamental. Nós vimos que existe uma parcela da esquerda que acha que as liberdades democráticas não tem importância, um posicionamento político extravagante que deriva de teorias pequeno burguesas de tipo identitário. No curso serão apresentados os conceitos gerais, a relação entre as formas políticas e o estado, a base econômica da sociedade, a história da luta democrática nos seus diversos momentos que têm seus significados distintos. Será visto o problema das revoluções burguesas e a decadência da democracia, seus limites e sua importância para revolução proletária.

Serão 10 aulas, todas às terças-feiras e quintas-feiras às 19h a começar pelo dia 4 de maio até o dia 3 de junho. As inscrições estão disponibilizadas no site: universidademarxista.pco.org.br e as pessoas já podem se inscrever. A taxa será de 100 reais.

Em Julho será realizada a segunda parte do curso sobre o Stalinismo, onde será abordado o período após a 2º guerra mundial e explicados os principais acontecimentos.

Em Agosto, Setembro e Outubro será realizada a Universidade Marxista do 2º semestre, que terá como tema os 200 anos da independência nacional e da revolta tenentista de 1922. O tema de fundo é a questão do desenvolvimento político brasileiro que faz parte do tema sobre a revolução brasileira, já na Universidade de Férias de janeiro de 2022 será feito um curso sobre os 100 anos do PCB, que é numa certa medida uma continuação do curso sobre o stalinismo, passando por vários acontecimentos importantes da história política nacional, do início do século XX até hoje, analisando o que foi a política Stalinista.

Além disso, uma 3º parte da formação política do Partido da Causa Operária são os cursos em seis níveis, que devem ser iniciados neste 2º semestre para os militantes do PCO e vão tratar dos elementos fundamentais do marxismo, fazendo parte do processo de educação política dos militantes. O PCO acredita que não é possível construir um partido revolucionário sem um programa definido. Mas é necessário que os militantes tenham o conhecimento para apreciar e defender este programa.

Chamamos todos a participar deste grande programa de formação política do Brasil.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.