PCO faz panfletagem em Brasília para lotar a Esplanada em defesa da candidatura de Lula

dfhdh

Como parte da preparação para a grande mobilização do dia 15 de agosto, dia em que será registrada a candidatura de Lula, a campanha tem sido intensa, desde a Conferência Nacional Aberta de Luta Contra o Golpe, onde se decidiu de maneira unânime pelos comitês de luta, uma gigantesca mobilização dos comitês e da classe trabalhadora rumo a Brasília pelo registro da candidatura do ex-presidente, hoje preso político sob o regime golpista. O trabalho de agitação e propaganda nesse sentido é o mais essencial, além da própria convocação dos companheiros,  como vem acontecendo no país inteiro.

Difundindo essa política, diversas panfletagens já foram feitas na Capital Federal, que se prepara para receber a enorme mobilização com caravanas de todo o País. A panfletagem realizada pelos companheiros do PCO de Brasília, e dos comitês de luta contra o golpe foi feita na rodoviária do plano piloto, local com grande circulação da população, distribuindo milhares de panfletos no local e fazendo o chamado a mobilização de todos aqueles que veem na candidatura de Lula uma ferramenta de derrota do golpe.

Uma intensa programação de atividades de agitação tem sido feita, há companheiros realizando a panfletagem na Contag -que nesta semana realiza atividades- além do trabalho que está sendo feito com os demais companheiros que estão chegando a Brasília nos últimos dias, como o acampamento do MST, em torno da política dos comitês e da importância de neste momento fazer o registro da candidatura de Luís Inácio Lula da Silva, colocando por fim a palavra de ordem “É Lula ou Nada” contra política do plano B que legitima o golpe.

Foi feita também panfletagem durante o almoço no restaurante universitário da UnB, onde todos os estudantes foram convocadas a estarem presentes no dia 15, para que se possa haver uma grande mobilização da juventude, um dos setores fundamentais na luta política, assim sendo um forte instrumento na luta contra o golpe junto aos trabalhadores. Por isso, todos os companheiros de Brasília, reforçam o chamado, pela mobilização de todos os setores a estarem presentes neste dia e fazer do dia 15 o maior dia de luta contra o golpe.