Menu da Rede

Cuba Márcia Choueri

Chacina do Jacarezinho

PCO e Coletivo João Cândido participam de ato contra a chacina

O que aconteceu no Jacarezinho só se deu pelo fato do povo estar desarmado para reagir contra a polícia. Nesse sentido, é preciso lutar pelo direito ao armamento pleno do povo.

Faixa do Coletivo de Negros João Cândido, do PCO. – Foto: Reprodução.

Neste sábado, 08/05, ocorreu um ato na avenida Paulista, em São Paulo, convocado por uma série de organizações do movimento negro. A manifestação teve a finalidade de denunciar a chacina do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, onde, oficialmente, quase 30 pessoas foram executadas pela Polícia Civil, e o Coletivo de Negros João Cândido, do Partido da Causa Operária, esteve presente com seus panfletos, bandeiras partidárias, e a faixa pedindo pelo fim da Polícia Militar.

É de se destacar, inicialmente, que o ato ocorreu como resultado direto da pressão do próprio PCO e os comitês de luta para que fosse abandonada, pela esquerda, a política do “fica em casa”, o que tinha resultado em um grande ato público de 1º de Maio, na Praça da Sé, e na convocação de um outro grande ato nacional a ser realizado no próximo dia 03 de julho, em defesa do auxílio emergencial de um salário mínimo, vacinação em massa, etc.

O ato também foi resultado das manifestações no próprio Rio de Janeiro, que inclusive foram convocadas pelo Partido da Causa Operária, através do companheiro Henrique Simonard, integrante da juventude partidária, a Aliança da Juventude Revolucionária (AJR).

Durante as várias intervenções realizadas do chão, foi destacado o papel repressor da Polícia Militar e das demais polícias que, juntas, formam um verdadeiro exército de guerra contra a população. A questão do fim da Polícia Militar foi levantada diversas vezes por várias organizações. É de se destacar a intervenção da companheira Dona Zilda, do grupo Mães de Osasco, que relatou seu sofrimento, ao perder seu filho na Chacina de Osasco, acontecida em final de 2019, e a falta de punição pelo Estado, que não quer julgar os policiais envolvidos, na verdade, está absolvendo, aos poucos, todos os envolvidos. Falou, ainda, que sofre perseguição que está sofrendo por conta do seu ativismo na questão.

O companheiro do Partido da Causa Operária, coordenador do Coletivo de Negros João Cândido, Juliano Lopes, destacou que a chacina foi cometida pela Polícia Civil, e que isso demonstrava que era preciso acabar não só com a PM, mas com todas as forças repressivas do Estado. Disse, ainda, que o povo tem o direito de reagir à altura aos ataques do regime burguês, com violência, se necessário for. Falou, ainda, da importância de ir para as ruas manifestar, pois é a única linguagem que a direita entende: a força do povo organizado. A política do “fica em casa” é responsável pelo número gigantesco de mortos pelo coronavírus.

O ato, que contou com centenas de pessoas, fechou uma das pistas da Paulista, seguiu em marcha pela avenida, até a praça do Ciclista. Antes do final, dois jovens foram espancados e presos pela polícia, que os levou até a delegacia responsável. Ação que apenas comprovou a necessidade de lutar pelo fim da PM, fim dos aparatos repressivos do  Estado e a necessidade da autodefesa e armamento do povo.

O que aconteceu no Jacarezinho só se deu pelo fato do povo estar desarmado para reagir contra a polícia. Nesse sentido, é preciso lutar pelo direito ao armamento pleno do povo, para que chacinas como a de Jacarezinho não se repitam.

Confira neste link a intervenção do companheiro Juliano Lopes durante a manifestação.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.