HAMBURGUER CE1920
SHARE

PSDB vai à manifestação e manda a polícia reprimir a esquerda

Antônio Carlos Silva

PCO critica frente “amplinha” com direita em fala na Av. Paulista

Dirigente do Partido da Causa Operária fez uso da palavra e foi ovacionado pelos manifestantes

PCO na Avenida Paulista – Foto: Diário Causa Operária

Em seu discurso no ato de hoje (3) na Avenida Paulista, o companheiro Antônio Carlos Silva, representando a direção nacional do Partido da Causa Operária, chamou a atenção para a tentativa da burguesia de se infiltrar nos atos da esquerda e do povo:

“Nós queremos usar esse espaço para levantar uma preocupação muito grande. Na véspera desse ato, a revista Veja, a revista golpista, do golpe militar, que ajudou a derrubar a Dilma, prender Lula, estampou hoje que estava vindo para cá os assassinos do povo de São Paulo, os assassinos dos jovens de Paraisópolis, os repressores das greves dos professores, os inimigos da nossa mobilização, os pais do Bolsonaro — que o PSDB ia vir para cá hoje. Eu ouvi falar várias vezes aqui a palavra ‘unidade’, mas eu queria aqui chamar a atenção, companheiros, eu sou professor de Matemática, e todo mundo sabe que quando a gente soma o número positivo com o número negativo, o resultado é menor do que a parcela positiva. Nós queremos dizer que essa semana nós vimos com muita preocupação tentarem trazer para o nosso movimento, gente que defendeu a prisão do Lula, gente que é inimigo das mulheres, dos homossexuais, como os fascistas do Kim Kataguiri, do MBL, o Alexandre Frota, a Joice Hasselmann. Esse tipo de corja não são aliados do povo, não são amigos de quem luta, não são amigos de quem sofre”.

Como Antônio Carlos deixou claro, não se trata apenas de um assédio da burguesia, mas também de uma política errada que um setor da esquerda tem levado adiante a partir do “superpedido” de impeachment entregue na última quarta-feira (30):

“Eu queria dizer para vocês, companheiros, inclusive chamar a atenção, que tem muita gente que fica preocupado aqui com a aglomeração. Mas vocês viram na televisão como é que o pessoal se aglomerava com a Joice Hasselmann e ninguém tinha medo de pegar Covid? Quero dizer o seguinte, para lutar, companheiros, nós não vamos aceitar esse tipo de coisa. Se o pessoal quer vir para cá, e nós queríamos falar para os companheiros da CUT e dos sindicatos, têm que vir trazendo os trabalhadores. A gente não quer gente aqui só para vir fazer discurso. Nessa semana, nós fomos aos locais de trabalho dos Correios. Não tinha ninguém lá chamando os trabalhadores dos Correios para vir lutar aqui contra a privatização. Nós queremos ver aqui a coluna dos metalúrgicos. A unidade que a gente precisa é a unidade do povo na rua, é a classe operária, não é unidade de fachada, não é unidade com a direita, não é unidade com golpista.

No fim, o companheiro reforçou a importância da unidade se dar nas ruas, entre a esquerda e os trabalhadores, para derrubar o governo, sem qualquer aliança ou participação da direita golpista nos atos:

“Por isso, para encerrar, nós estamos hoje distribuindo uma carta aberta. É preciso que haja unidade, fortalecer a luta com a esquerda. Aqui a gente passa álcool em gel, não tem problema, companheiro, fique tranquilo, o problema é quando a gente se junta com a direita e deixa o cavalo de Troia entrar. Aí não adianta, a gente viu isso em 2013, quando a gente foi derrotado porque a direita veio para a rua e depois mandou a esquerda baixar a bandeira. Companheiros, unidade para mobilizar os trabalhadores. Construir comitês de luta, apoiar a mobilização, derrotar Bolsonaro, derrubar Bolsonaro, Lula presidente!”

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.