Método stalinista
Críticas à política desmobilizadora do DCE da UNB, leva o PCB a calar militantes do PCO através da expulsão dos mesmo de organização do movimento estudantil local
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Foto: UOL
Manifestação no DF pelo Fora Bolsonaro. Politização dos estudantes enfrenta resistência | Foto: Reprodução/UOL

Ontem (31), o coletivo de jovens do PCO, a Aliança da Juventude Revolucionária (AJR), foi expulsa do Movimento por uma Universidade Popular (MUP-DF), que é dirigido pela juventude do PCB, a UJC. A expulsão ocorreu após críticas  à política capituladora do DCE da UNB, que insiste em não chamar a assembléia dos estudantes. Com cargos na entidade, a juventude do PCB melindrou-se com as críticas.

Além disso, os militantes da AJR no DF denunciam também os posicionamentos reacionários da UJC, contrários a atividades como o “call center” (em que os jovens contatam outros estudantes, convocando-os para reuniões), contra os piquetes virtuais (para impedir a realização de aulas online, que nada mais são do que ataques à educação pública), entre outras formas de luta e organização.

Segundo os jovens do DF, a decisão foi tomada apenas pela direção do MUP-DF em uma reunião bilateral. Uma nota do comitê de luta sobre o ocorrido está sendo elaborada e será divulgada em breve.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas