HAMBURGUER CE1920
SHARE

Direita nos atos, uma manobra para eleger João Doria

Uma falta de princípios

Paulo Kogos processa o DCO por informar que ele apoiou Boulos

O destacado fascista Paulo Kogos deixou de lado a defesa da liberdade de expressão? Cadê os princípios?

Paulo Kogos em apoio ao nazismo – Reprodução

Todo calhorda é incapaz de se apresentar como digno de sua premissa. Com a dinâmica dos acontecimentos políticos, esses demagogos invertem suas posições como um anemômetro em resposta ao vento. Carentes de princípio, utilizam de todas as alternativas para encobrirem a perfídia e suas contradições. A extrema-direita, como se sabe, é o setor mais atrasado político e culturalmente, opõem-se à marcha histórica da humanidade, destacam-se como árduos defensores da fé e dos bons costumes, mas, no final, tudo não passa de falsidade.

Em 2020, durante as eleições para prefeito de São Paulo, o bolsonarista Paulo Kogos, um típico elemento reacionário da burguesia, publicou em sua conta no Instagram que votaria em Guilherme Boulos (Psol) “para não eleger o maldito Covas”. Propagandeando a legenda da esquerda, Kogos lançou em sua rede social o nome e o número de seu candidato. Em discussão sobre as eleições para a prefeitura, um usuário da plataforma havia salientado que iria de Covas no segundo turno. O apóstolo da extrema-direita logo respondeu: Boulos 50. Conhecido por se manifestar contra a “DitaDoria” durante a pandemia, Kogos acabara vacilando em seus pronunciamentos e deixando escapar o apoio ao candidato da esquerda.

Assim que o assunto ganhou repercussão, o direitista tratou de revisar seu apontamento. Ao perceber sua heresia, Kogos disse que era uma brincadeira. “Eu não vou apoiar o merda do Boulos em hipótese nenhuma seus crédulos maledicentes. Eu tava zoando que ele ia invadir a mansão do Doria, apenas isso! Psol é um partido de pirocas e MTST deveria ser enquadrado em crime de terrorismo (sic)”, disse. Ora, quem declarou apoio ao candidato do Psol foi ele mesmo. Contra fatos não há argumento. Se foi brincadeira ou não, trata-se de um fato consumado; basta ver o que foi dito. O espantoso é que o dito defensor do anarcocapitalismo, o super liberal e suposto defensor da liberdade e contrário à ditadura de Doria decidiu processar o Diário Causa Operária (DCO) por danos morais. É isso mesmo, caro leitor… Não é injúria nem difamação, mas danos morais do que ele está nos acusando. Kogos está pedindo 20 mil reais por estrago de sua imagem por termos dito que ele apoiou Guilherme Boulos em artigo da época, que denunciava o apoio que o candidato do Psol recebeu de diversos segmentos da burguesia.

whatsapp image 2020 11 16 at 22 01 01

Essa candente contradição, típica dos elementos oportunistas e sem princípios, demonstra que Kogos nada tem contra o Estado e tampouco a favor da liberdade. Muito pelo contrário, usa o Estado para reprimir a liberdade de expressão. Não somente Kogos como o outro direitista Felipe Neto chegou a declarar apoio no segundo turno ao candidato do Psol. Sergio Moro, artífice do golpe de 2018, responsável pela prisão ilegal do ex-presidente Lula também deu destaque ao Psol. “O PSOL tornou-se o partido de esquerda mais relevante”, disse o Mussolini de Maringá. Vejam, portanto, que não só o “liberal conservador” Paulo Kogos resolvera apoiar Boulos. Essa farsa foi acompanhada dos mais destacados direitistas nacionais. A diferença é que Kogos resolveu processar o DCO por destacar seu próprio posicionamento.

Por essas e outras, aumenta o cerco do aparato repressivo do Estado contra a liberdade de expressão. É um erro da esquerda apoiar a campanha contra as fake news, uma vez que estão sendo usadas para calar a esquerda. Toda a campanha da direita buscou criar uma candidatura de esquerda artificial para enterrar a mobilização popular e criar uma “cara nova de esquerda” sem base popular, facilmente manipulável pela burguesia. Sabendo disso ou não, Kogos assumiu a dianteira na defesa do candidato da esquerda da burguesia. Se alguém “manchou” sua reputação, não fomos nós; ele mesmo tratou de enterrar sua cabeça na lama do cretinismo e da falta de princípios que diz ter.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.