Paulo Guedes, ministro da Economia de Bolsonaro, é investigado por roubar aposentadoria

guedes

Da redação – Paulo Guedes, o futuro ministro da Economia do governo golpista de Jair Bolsonaro (PSL), eleito pela fraude, foi citado em investigações sobre roubo de fundos de pensão da Funcef (da Caixa) e da Petros (Petrobrás). Ele será ouvido sobre duas linhas de investigação, que envolvem fraudes na captação dos recursos por empresas onde é sócio na “gestão de investimentos”.  

O neoliberal faz parte do Instituto Liberal, seguindo as ordens diretas dos EUA que orquestrou o golpe de 2016 no Brasil. Essa captação de fundos de funcionários de estatais, para aplicar em investimentos no mercado financeiro, demonstra como será o governo de Bolsonaro, um grande esquema de privatização que já vem do governo Temer para a entrega das riquezas nacionais aos grandes capitalistas estrangeiros.

Se os capachos dos norte-americanos agem assim com fundos de pensão setoriais, nem podemos imaginar o que farão com a Previdência através da tal “reforma”. De fato, irão destruir tudo que é dos trabalhadores e foi conquistado com um século de lutas, como a CLT que já foi destruída pela “reforma” de Temer onde Bolsonaro votou à favor.

É preciso denunciar amplamente e fazer uma campanha nacional pelo “Fora Bolsonaro”. Criar Comitês de Luta Contra o Golpe para auto defesa dos trabalhadores, dentro das organizações sindicais, partidárias, operárias, camponesas e estudantis.