Política
O presidente da Força Sindical foi condenado em uma sessão virtual do STF a 10 anos e dois meses de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
paulinho impeac
Paulinho da Força em manifestações a favor do golpe de estado | Foto: Reprodução

O presidente da Força Sindical e deputado federal do Solidariedade, Paulinho da Força, foi condenado nessa sexta-feira a 10 anos e 2 meses de prisão, a principio em regime fechado, por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. A sessão do STF que o condenou foi realizada virtualmente.

Os fatos que levaram à condenação ocorreram entre 2007 e 2008. Paulinho da Força teria agido em nome da prefeitura de Praia Grande fazendo lobby para conseguir empréstimos junto ao BNDES para a empresa Marisa S/A, no valor de 124 milhões de reais para a  prefeitura e 165 milhões de reais para a empresa, embolsando uma parte do dinheiro.

A defesa irá apresentar recurso sobre a decisão da condenação.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas