Pau-mandado: Bolsonaro já está entregando a Base de Alcântara aos EUA

VLS-Alcântara-foguete

Dia após dia, o governo ilegítimo de Jair Bolsonaro sem nenhuma sombra de timidez apresenta uma nova face de sua “capachice” frente aos seus patrões norte-americanos.

Na semana passada, Brasil e Estados Unidos concluíram as negociações do novo Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST), que permite o uso comercial da base de Alcântara, no Maranhão. O tema é debatido pelos dois países desde 2000, quando o governo entreguista do tucano Fernando Henrique Cardoso assinou o acordo, rejeitado na sequência pelo Congresso Nacional.

Depois de 2002, quando o AST fracassou no Congresso, o Brasil ensaiou outras vezes uma nova negociação com os EUA, mas os debates sobre o tema só conquistaram terreno após o Golpe dado na presidenta legítima Dilma Roussef (PT), uma vez que entregar a base de Alcântara aos imperialistas norte-americanos, fere brutalmente a soberania nacional do Brasil.

A base de Alcântara é não mais que o melhor ponto da Terra para colocar satélites e mísseis em órbita. Mas fica óbvio que a base será usada especialmente para a expansão imperialista no que diz respeito à opressão dos outros países.

Esse governo entreguista completamente desprovido inclusive de nacionalismo (palavra que usa apenas para fazer demagogia) pretende acabar com toda soberania nacional brasileira leiloando todas suas nossas riquezas e patrimônios ao esqualo norte-americano, assim como fez com o pré-sal irá entregar a preço de banana a Eletrobrás, Casa da Moeda do Brasil, Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, Banco do Brasil, Base de Alcântara etc…

O autor do acordo é ninguém menos que o golpista do alto clero ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB), juntamente com o candidato do baixo clero e fantoche de Trump, Jair Bolsonaro.

As mordidas dos tubarões norte-americanos não irão cessar com nenhum passe de mágica, movimento parlamentar, boicote, discurso bonito com plaquinha Marielle Franco, malabares com laranja, reza braba, livro e nem buquê de flores. O Golpe de estado não é como um resfriado, que simplesmente passa. O Brasil foi tomado de assalto por uma corja de lacaios dos Estados Unidos, que precisam ser combatidos nas ruas, por mobilização popular e greve geral.

Por isso é necessário centralizar e organizar a luta de todos os setores de esquerda que querem vencer o Golpe na única bandeira capaz de encurralar esse governo servil de norte-americano que já está patinando e que não tem nenhum apoio popular num coro único pela: #LiberdadeParaLula! e #ForaBolsonaro e todos os golpistas!