Patrões de frigorifico em Nova Marilândia (MT) emitem nota omitindo os danos causados pelo vazamento de amônia

noticia_5c17cfb6d4886

Da redação – No dia 17 de dezembro de 2018, ocorre mais um acidente em frigorifico envolvendo o gás Amônia. Desta vez cerca de 40 trabalhadores tiveram que ser socorridos às pressas e, atendidos no Posto do SUS. Segundo imprensa local, 10 ficaram em observação por 24h00 e seis, em estado mais grave foram levados para um hospital com melhores condições de atendimento em Arenópolis, cidade próxima de Nova Marilândia.

Um funcionário que pediu para não ser identificado relatou ao que uma mangueira localizada no setor de abate estourou e foi necessário chamar o resgate do posto de saúde da cidade para levar os funcionários intoxicados ao atendimento.

Outra pessoa que não quis se identificar disse que foi um susto e muita correria”.

Apesar da gravidade do acidente com Amônia, bem como, o relato das pessoas que estavam envolvidas no socorro, que pode afetar, mesmo àqueles trabalhadores que naquele momento não foram socorridos, causando inúmeros problemas de saúde, como cegueira, bem como internos, o frigorífico, abatedouro de frango tem a União Avícola Agroindustrial LTDA tem a capacidade de emitir uma nota onde afirma não haver nenhum prejuízo à saúde e segurança dos trabalhadores, veja a nota abaixo:

A União Avícola Agroindustrial LTDA vem por meio deste esclarecer sobre o fato ocorrido nesta data de 17/12/2018, aproximadamente as 08h00min, na unidade industrial de Nova Marilândia/MT, onde houve um incidente relacionado ao gás refrigerante utilizado no sistema de refrigeração da unidade industrial. Tal fato após apuração fora diagnosticado pelo rompimento de uma válvula de passagem, o que originou o vazamento do sistema de refrigeração. Esclarecemos ainda, que a União Avícola Agroindustrial LTDA, possui equipe de segurança do trabalho com corpo técnico qualificado, onde realizam todos os treinamentos obrigatórios e relacionados à atividade. Todos os procedimentos de segurança foram realizados em tempo hábil, seguindo o plano de evacuação da unidade, mitigando os riscos da atividade. Informamos ainda que os procedimentos tomados de imediato evitaram qualquer tipo de prejuízo relacionados à saúde e segurança dos nossos colaboradores. Por fim, informamos que as atividades estão sendo normalizadas.

É uma afronta dos patrões aos seus funcionários que, são submetidos às piores condições de trabalho possíveis, por falta de manutenção, equipamentos adequados de proteção e segurança, com riscos de sequelas pelo resto de suas vidas e até de morte.