Partido fascista
Novo mostra que é fascista e suspende candidato por defender direito de preso
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
marcelocastronovo
| Foto: wikipedia

Marcelo Castro, candidato a vereador da cidade de São Paulo, teve sua candidatura e filiação suspensas pelo Partido Novo.

Uma postagem no twitter em que defendeu a soltura de André do Rap e disse que “tráfico não deveria ser crime” serviram de motivo para que o partido o expulsasse.

Depois da decisão do partido, Marcelo se retratou: “Muita gente falando que o tal do ‘André do Rap’ era um chefão do PCC. Eu não sabia. Com esse nome, achei que era vendedor de droga de baile funk. Vi as matérias agora, parece grave. Neste caso, há claro risco à garantia da ordem pública. Me retrato pelo tuíte anterior”.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas