Pará: sob a desculpa do “combate ao crime”, Moro autoriza intervenção da Força Nacional por três meses

AgenciaPara_47f0064c-271f-4a0c-9769-5115fbfe28b3-1

Da redação – O superministro da repressão do Governo Bolsonaro, responsável pelo ministério da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou a intervenção da Força Nacional de Segurança Pública no Pará. A ação foi feita por meio da portaria 198 do dia 6 de março.

A medida de Sérgio Moro atende ao pedido do governado do Estado do Pará, Helder Barbalho, do MDB, e terá duração de 3 meses, com a permanência podendo ser prorrogada. O pretexto mais uma vez, é o combate à criminalidade.

A medida já havia sido anunciada pelo diretora da Força Nacional, o coronel Antônio de Oliveira, no início de fevereiro. Serão enviados, segundo ele, 200 agentes, porém o número pode aumentar para 500.

Trata-se de uma ação conjunta entre os golpistas do governo Bolsonaro, do imperialismo e do Estado do Pará para aumentar a repressão contra a população. A política de força é uma das principais armas de Bolsonaro diante da crise política do governo.