Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

O general Villas Bôas, comandante do Exército, deu mais uma entrevista nesta semana – desta vez à Globo News. Afinal, assim como os procuradores, promotores, juízes e policiais da operação Lava Jato viraram celebridades na época em que o golpe contra a presidenta Dilma estava sendo tramado, os militares têm aparecido diariamente na imprensa burguesa.

Embora considerado “moderado”, o general Villas Bôas, sempre quando aparece para dar entrevistas, defende sempre as tendências mais antidemocráticas do Exército. Durante o julgamento do impeachment, Villas Bôas não se afirmou contra os golpistas que queriam saquear o país. Após as declarações de Mourão, Villas Bôas não negou que o Exército poderia intervir no país. Recentemente, durante a intervenção no Rio de Janeiro, o comandante disse que era necessário “garantia” de que não haveria uma nova Comissão da Verdade.

Na entrevista à Globo News, Villas Bôas falou o que todo mundo já sabia: a intervenção militar no Rio de Janeiro não vai resolver absolutamente nada. Segundo o próprio comandante, os problemas do Rio de Janeiro são muito antigos e, portanto, não poderão ser resolvidos de maneira “simplista”. Isto é, a “solução” proposta pelo general Heleno de fuzilar todos os traficantes estaria longe de resolver os problemas do Rio de Janeiro.

O que é mais absurdo, no entanto, é que Villas Bôas não conclui, a partir disso, que não deve haver intervenção militar no Rio de Janeiro. Pelo contrário: o fato de não ser uma solução será apresentado como justificativa para que os militares prolonguem indefinidamente a intervenção e a ampliem para todo o Brasil. Por isso, é necessária uma grande mobilização contra o golpe militar no Rio de Janeiro, expulsando, incondicionalmente, os assassinos de Marielle Franco.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas