Greve Geral
Diante dessa situação há diversas categorias que estão ameaçando greve, ultrapassando a paralisia das direções sindicais que fecharam as portas dos sindicatos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
comcap foto isolamento
Assembleia dos servidores | CUT

Desde o golpe de estado realizado em 2016 com o impeachment de Dilma, os golpistas vem atacando os trabalhadores e promovendo um desemprego em massa.

Agora, com a pandemia, o desemprego tem aumentado exponencialmente. Os capitalistas estão aproveitando-se da crise para demitir vários funcionários e reduzir os salários dos que ficam, aumentando também sua a jornada de trabalho.

Diante dessa situação há diversas categorias que estão ameaçando greves, ultrapassando a paralisia das direções sindicais, que fecharam as portas dos sindicatos e estão fazendo apenas ‘lives’.

Há várias paralisações acontecendo em diversas categorias, como os garis e os funcionários da OAB. Os trabalhadores da Autarquia Melhoramentos da Capital (Comcap) de Florianópolis (SC), aprovaram nesta sexta-feira dia 29 de maio, estado de greve contra os ataques do prefeito da capital catarinense, Gean Loureiro (DEM) e do presidente ilegitimo Jair Bolsonaro. Governos que estão promovendo cortes de direitos e o congelamento de salário no serviço público.

Foi anunciado pelo governo federal o congelamento dos salários dos servidores em todas as esferas durante  durante dois anos, em troca de uma ajuda aos estados.

Outra reivindicação foi contra os problemas nas condições de trabalho, como o fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e o transporte dos funcionários. Os trabalhadores também exigem a manutenção dos contratos dos temporários e pede o cumprimento do Programa de Incentivo à Aposentadoria (PIA) na Comcap.

A assembleia dos trabalhadores da Comcap mostra uma tendência de luta, pois foi a primeira da história do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis (Sintrasem) e já aprovaram o estado de greve. Diante da situação de desemprego e superexploração a tendência é explodir greve em diversas categorias.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas