Mais dinheiro para os ricos
Para Paulo Guedes, ministro da Economia do governo fascista de Jair Bolsonaro, a Lei de Responsabilidade Fiscal só vale quando o que está em discussão é dar dinheiro para o povo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
35852905425_98523bc734_c (1)
Dinheiro | Foto: Jeso Carneiro

Em outro “aparente” debate entre o executivo e o legislativo, nota-se a intenção de enganar o povo e os partidos de esquerda. Conforme matéria da Folha Uol, Guedes diz categoricamente que é contra o 13º pagamento para o Bolsa Família este ano, e que representaria crime de responsabilidade fiscal se assim o fizesse. Na fala dele: “sou obrigado, contra minha vontade, a recomendar que não seja dado o 13º”.

O presidente ilegítimo Jair Bolsonaro acusa Rodrigo Maia (DEM-RJ) por não ter sido prorrogada a MP (Medida Provisória) que ele enviou ao congresso para o pagamento do benefício em 2019. Essa ocorreu, mas as discussões entre os deputados e senadores para manter o benefício para os demais anos não fez com que fosse prorrogada a 13ª parcela por interferência do Planalto.

Diante disso, o golpista Maia sinalizou para o presidente fascista que colocaria em votação no congresso o tema do  pagamento ainda este ano e também a prorrogação do auxílio emergencial. Guardião da política neoliberal, Guedes foi contra, alegando que não existe previsão no orçamento para isso. O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), afirmou que o executivo é contra o pagamento. Assim, Rodrigo Maia, outro inimigo dos trabalhadores, recuou tranquilamente e disse que não deveria colocar em votação a extensão do benefício.

A troca de farpas entre o presidente fascista Bolsonaro e o presidente golpista da Câmara, Rodrigo Maia, continuou. Bolsonaro recomendou aos ouvintes da sua transmissão que cobrassem do Maia o 13º e que cumpriu sua promessa de campanha com a emissão da MP, mas que Rodrigo Maia não quis prorrogar o benefício para os demais anos. No que o Maia respondeu: “não imaginei que o Bolsonaro fosse mentiroso”. Os atritos entre Bolsonaro e Maia são parte da disputa entre duas alas do bloco da direita golpista, disputa que se manifesta atualmente na corrida pela sucessão da mesa na Câmara. Bolsonaro defende a candidatura de Artur Lira (PP-AL), enquanto o Maia defende eleger um sucessor seu. 

Aqui vemos que quando se trata de destinar algum benefício ao povo trabalhador, a burguesia e seus representantes políticos não acham dinheiro em lugar nenhum. Não faltam desculpas: “não foi previsto no orçamento”, “não tem verba”, “isso é crime de responsabilidade fiscal”, etc, etc, etc. Mas quando se trata de entregar dinheiro para os bancos, para empresas, para aumentar o salário de juízes, deputados e senadores, militares e todo o alto escalão, acham em qualquer lugar, ou então retiram da saúde, das escolas, da previdência social que são verbas para o benefício do povo.

Não houve discussão nenhuma quando o governo anunciou que daria 1,2 trilhões aos bancos e empresas, nada de debates, todo mundo aprovou em silêncio. E quando foi proposto que houvesse uma verba para os desempregados, por conta da pandemia, o debate foi interminável, não tinha consenso, o valor foi muito questionado e a discussão durou meses. N sequência saiu uma esmola de 300 ou 600 reais, que acaba este mês. Agora o povo que se vire ou morra de fome ou de vírus.

Quando se trata de dar dinheiro aos bancos e empresários, que são bastante ricos, os cofres se abrem alegremente, mas quando a questão é dar dinheiro para os pobres e trabalhadores, o banqueiro Guedes vira “tigrão” e dá patadas para todo lado e no primeiro que tentar enfrentá-lo.

É tempo de os trabalhadores se organizarem em conselhos populares nas empresas, nos bairros e nas escolas e estabelecerem um plano de luta para melhorar as precárias condições em que estão vivendo. Se não o fizerem terão que encarar mais fome e miséria, além da morte pelo vírus.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas