Para golpistas dos Correios, o trabalhador tem que assistir a seleção com um olho e mirar as cartas com outro

carteiro triando 4

Pela primeira vez na história da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos), os trabalhadores dos Correios não serão liberados para assistir a um jogo da seleção brasileira na Copa do Mundo de futebol.

Na próxima segunda-feira (02-06), se os trabalhadores dos Correios quiserem assistir ao jogo Brasil x México, válido pelas oitava de final da Copa da Rússia, terão que usar a hora do almoço, das 11 horas às 13 horas, e assim que o jogo terminar, todos novamente aos seus postos de trabalho.

Apesar dos Correios financiar vários esportes no país, como natação, handebol e até a seleção de futebol de salão, os golpistas que controlam hoje os Correios não querem que os trabalhadores tenham orgulho da seleção brasileira e de possuir o melhor futebol do planeta terra.

Só não impedem os trabalhadores de assistirem o jogo ao vivo, dentro das unidades dos Correios porque ainda não é inviável, mas se não houver uma reação a essa medida escravagista e reacionária da direção golpista dos Correios, isso com certeza acontecerá.

Em todas as Copas passadas, o dia do jogo é feriado nacional, inclusive para que depois do jogo o brasileiro possa comemorar a vitória nas ruas, nos bares, com muita festa.

A direita não quer o povo na rua, não quer que o povo que está massacrado pela perdas constantes de direitos e benefícios, levante a cabeça e possa ter orgulho de ser brasileiro de vencer o imperialismo mundial em um esporte tipicamente popular, como é o futebol que pode ser jogado até descalço.

É necessário entender que a medida tomada pela direção golpista da ECT contra os trabalhadores de terem folga para assistir aos jogos da seleção é um ataque contra o sentimento de unidade do povo brasileiro em relação a sua cultura, sua identidade, em relação ao lazer mais praticado no país, que é o futebol.

É preciso que os trabalhadores se coloquem contra os coxinhas que estão na direção da ECT e do país para entregar todo o nosso patrimônio, inclusive querem destruir a honra de ser o melhor futebol do mundo.