Siga o DCO nas redes sociais

Para a direita, a Universidade só pode defender a burguesia

Não é a primeira e também não será a última objeção feita pela direita contra a disciplina sobre o golpe, a princípio a mesma seria iniciada na Universidade de Brasília (UnB), mas que logo se expandiu para demais universidades públicas que também aderiram, isso demonstra o avanço direto no que diz respeito à luta contra o golpe, a impopularidade dos golpistas é escancarada, está ainda mais presente na área da educação, área da qual mais tem sofrido com seus ataques.

A imprensa burguesa está fazendo uso de todo seu monopólio para se articular contra a autonomia das Universidades, o que está colocado se caracteriza por um único e exclusivo objetivo: querem que as universidades sejam um antro de defesa da burguesia. A mesma política que se coloca pelos defensores do projeto “Escola Sem Partido”, que tentam cercear o direito dos docentes falarem livremente em suas aulas, quando na verdade essa política não passa de um fortalecimento do pensamento obscurantista da direita golpista nesses espaços.

É evidente que os golpistas estão histéricos assim, justamente porque sabem que a cada dia a população está mais consciente de que houve um golpe de Estado no país, mas como também o mesmo se encaminha para seu aprofundamento em um golpe militar. Fato é, para o desespero dos golpistas, a adesão à disciplina só cresce, a ideia de transformar a universidade em um espaço de defesa dos interesses da burguesia, cai por terra sabendo que não possuem nenhum apoio por parte das universidades.

Nesse sentido, com o momento que  está colocado, é preciso organizar aos milhares os comitês de luta contra golpe, para que cada universidade se organize em comitês compostos por todos aqueles que estão dispostos a travar a luta contra o golpe. Deve estar na ordem do dia, sabendo do risco de golpe militar no país, a organização e ação efetiva de todos os setores, como a juventude presente nas universidades.

Pela autonomia das Universidades!

Governo Tripartite! Estudantes, funcionários e professores no controle das universidades!

Abaixo o Golpe!