Abatedouro de frango
|

No dia 02 de abril de 2019, em Maringá, município do estado do Paraná, o abate de bois do frigorífico Big Boi foi interrompido por irregularidades.

No dia 03 de abril a associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) emitiu nota através de seu presidente Péricles Salazar repudiando a atitude do fiscal.

Disse na nota: o abate foi interrompido pelo fiscal na terça-feira, dois, numa “ação intempestiva”. Os fiscais federais agropecuários estão “exorbitando suas funções, preocupados única e exclusivamente em punir as empresas ao ponto de inviabilizar economicamente as atividades de muitas delas”.

“Ao invés de termos um órgão público nos auxiliando e orientando, temos uma fiscalização nas indústrias que atua somente como rival dos empreendedores”. Ele informou, ainda, que levou o problema à ministra da Agricultura, Tereza Cristina. “Estão travando a atividade empresarial com abuso de autoridade”. “Não existe qualquer tipo de atitude proativa por parte deles. Preocupam-se unicamente em prejudicar a atividade econômica e até mesmo inviabilizá-la.”

Recentemente, no frigorífico Frigoli de Caçapava, só faltou assassinar o fiscal por ele ter autuado e impedido um carregamento de produtos porque não foi possível de verificar a nota fiscal desses produtos e outras irregularidades lá existentes.

Conforme o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a presença de fiscalização federal é obrigatória, portanto é proibida a realização do abate de animais sem a presença deste.

O que os patrões dos frigoríficos querem é receber o quanto antes o investimento feito aos golpistas do governo ilegítimo de Jair Bolsonaro, ao qual a ministra Tereza Cristina é integrante, além de latifundiária e parte interessada na extinção dos fiscais, ou seja, esse setor industrial deve agir como bem entenderem em relação às fiscalizações, isto é, extinção completa de toda e qualquer fiscalização, aprofundando a escravização de seus funcionários inclusive, levando-os à morte ou se tornarem inválidos. Tudo da forma que a Abrafrigo (Associação dos Exploradores dos Trabalhadores) bem como seus associados, ou não, querem, o lucro acima de tudo.

Relacionadas