PM disfarçada de bombeiros
O governo golpista Jair Bolsonaro, em portaria publicada no Diário Oficial do dia 05/10, autorizou o envio da Força Nacional para ajudar no combate as queimadas no MS
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
FORCANACIONALNOMS
Policiais da Força Nacional | Foto: Reprodução

Em mais uma farsa para parecer que esta fazendo alguma coisa contra as queimadas governo federal envia a Força Nacional para o Pantanal do Mato Grosso do Sul.

O governo golpista de Jair Bolsonaro em portaria publicada no Diário Oficial do dia 05/10 autorizou o envio da Força Nacional para ajudar no combate as queimadas no MS.

Não fica claro se o Governo de Mato Grosso do Sul pediu o auxílio da Força Nacional, mas a julgar pelos agradecimentos feitos governador golpista Reinaldo Azambuja, que disse textualmente: “Enfrentamos uma situação alarmante, nunca vista há pelo menos 50 anos, e a presença da Força Nacional representa uma somatória de esforços para debelarmos estes incêndios”.

Mas as tropas enviadas ao estado contam também com a presença de policiais militares e fuzileiros navais que dentre outra atribuições terão como objetivo segundo a portaria: “em caráter episódico e planejado, por 30 dias, em combate aos focos de calor, em atividades de defesa civil e defesa do meio ambiente e  nos serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio”.

Nesse trecho da portaria desmontamos a farsa, não é apenas para combater os incêndios, mas para dar proteção aos latifundiários em sua operação para destruir o Pantanal e transformá-lo em pasto.

Será que a Polícia Militar do estado não é suficiente para reprimir índios, pequenos agricultores, trabalhadores sem terra e a população pobre? Ou será que o governo Bolsonaro esta preparando um massacre da população como já aconteceu em Corumbiara, no Pará, nos anos 90.

Melhor não esperar para saber e organizar logo a auto-defesa de toda a população que vive a opressão dos grandes fazendeiros e do agro-negócio que não admite a existência de aldeias e assentamentos no estado ou em qualquer local do território nacional.

Os trabalhadores rurais e os trabalhadores da cidade devem unir esforços para derrotar os golpistas que dominam o estado desde sempre. Unir os esforços pela palavra de ordem de fora Bolsonaro e todos os golpistas!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas