Crise
Nesta sexta-feira (15), aconteceram panelaços em São Paulo, Belo Horizonte,  Rio de Janeiro, Goiânia, Salvador, Florianópolis, Belém, Recife e Distrito Federal.
bolsonaro-panelaços
Imagem projetada em um prédio que ironiza a frase de Bolsonaro: "é só uma gripezinha" | Reprodução
bolsonaro-panelaços
Imagem projetada em um prédio que ironiza a frase de Bolsonaro: "é só uma gripezinha" | Reprodução

Nesta sexta-feira (15), diversos “panelaços” aconteceram contra o governo Jair Bolsonaro (ex-PSL, sem partido) por todo o país. Houve registros em São Paulo, Belo Horizonte,  Rio de Janeiro, Goiânia, Salvador, Florianópolis, Belém, Recife e Distrito Federal.

A situação do governo Bolsonaro se deteriora com a explosão de infecções e mortes pelo coronavírus, em particular na cidade de Manaus (AM.) Por falta de oxigênio, pacientes estão falecendo por asfixia, enquanto a rede pública de saúde entrou em colapso. O corte do programa Auxílio Emergencial, as demissões em massa, o recorde de desemprego, o avanço da informalidade no mercado de trabalho são fatores fundamentais que aprofundam a deterioração do governo.

O Brasil tem mais de 207 mil mortes e 8 milhões de casos confirmados, segundo dados oficiais. Estima-se que o quadro de óbitos e contaminações seja muito maior, devido à subnotificação e manipulação estatística para esconder a realidade.

Uma das palavras as quais era possível ouvir nos panelaços era “Fora Bolsonaro!”.

Relacionadas
Send this to a friend