Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

O elenco palmeirense é tidos por muito do mundo da bola como o melhor e mais forte do futebol brasileiro no momento. No entanto, quando dentro das quatro linhas, nem sempre essa qualidade é suficiente para garantir os melhores resultados.

Foi o que aconteceu na segunda-feira, dia 05, em partida complementar à décima rodada do Paulistão 2018.

Disputando a difícil competição do continente (o “Verdão” foi o único time brasileiro a estrear com vitória na Libertadores) e tendo um clássico pela frente nesta semana (quinta-feira) contra o São Paulo, o técnico Roger Machado optou por colocar em campo uma formação mista, poupando alguns dos mais importantes titulares, dentre eles  Felipe Melo e Lucas Lima.

Os substitutos, no entanto, não estiveram a altura dos titulares e não conseguiram dar ao time a mesma “pegada” das partidas anteriores, praticando um futebol apático e sem criatividade. O resultado foi que o “forte elenco” palmeirense foi derrotado pelo modesto São Caetano, pelo placar de 1 x 0, com direito a vaias do impaciente torcedor, que paga um dos ingressos mais caros do campeonato quando vai ao Allianz Parque, estádio que o time construiu para mandar os seus jogos.

Chiquinho foi o artilheiro solitário da noite, marcando logo aos sete minutos da etapa inicial, depois que recebeu um cruzamento vindo da direita, fuzilando o gol de Fernando Prass. O técnico Roger Machado ainda promoveu algumas mudanças de ordem tática, trocando peças e posicionamentos, mas nada deu resultado e o que  se ouviu foram vaias e mais vaias.

Bragantino surpreende, vence por 1 x 0 e afunda a Ponte Preta

Na outra partida complementar à décima rodada, o Bragantino visitou a Ponte Preta, em Campinas e levou uma importante vitória para Bragança Paulista. O time alvinegro derrotou a “Macaca”, no Moisés Lucarelli e se distanciou da ameaça do rebaixamento, com chances inclusive de classificação às semifinais. O gol dos visitantes foi marcado aos 33 minutos da etapa inicial por Matheus Peixoto. A derrota jogou a Ponte Preta para muito próximo à zona da degola do certame, pois agora figura como o primeiro fora da zona de rebaixamento. O time de Campinas permanece estacionado nos 10 pontos, acima apenas do Santo André (8) e da virtual rebaixada Linense (6). O regulamento prevê o rebaixamento dos dois últimos classificados na pontuação geral. O sinal de alerta está ligado e a recuperação precisa ser imediata, pois a ameaça de ir para a série A2 é cada vez maior para a “Macaca”.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas