Palmeiras desconhece altitude e vence adversário na capital peruana

PALMEIRAS

Nem a altitude e nem mesmo o próprio time do Alianza Lima se colocaram como adversários à altura para competir com o bom futebol dos palmeirenses na noite de quinta-feira, em Lima, capital do Peru. O “Verdão” visitou os peruanos em partida válida pela quinta rodada do grupo H da Taça Libertadores, derrotou o adversário, consolidou o primeiro lugar do grupo e assegurou a classificação para a próxima etapa da difícil competição continental.

A vitória fez do Palmeiras o time brasileiro de melhor desempenho e pontuação nesta primeira fase, somando agora 13 pontos. Na segunda posição vem os colombianos do Junior Barranquilla, seguidos dos argentinos do Boca Juniors na terceira posição. Os peruanos do Alianza seguram a lanterna com apenas 1 (um) ponto.

O técnico Roger Machado levou para Lima uma formação mista, pois a classificação já estava assegurada antes mesmo da partida. Os reservas do “Verdão”, no entanto, não tiveram muito trabalho para construir o folgado placar, que já no primeiro tempo registrava 2 x 0 para o time brasileiro. O Palmeiras chegaria ao terceiro gol aos 17 minutos e daí para frente relaxou, diante da fragilidade do adversário, que conta com um elenco muito limitado tecnicamente. O Alianza Lima descontou através de pênalti, mas não conseguiu ir adiante na reação, diante de um Palmeiras muito seguro e aplicado taticamente. Parabéns ao time da capital paulista pela melhor campanha entre os brasileiros na Libertadores.

River Plate derrota colombianos na altitude de Bogotá  

Outro time que não tomou conhecimento da altitude foi o River Plate, tradicional equipe da capital argentina. Os portenhos visitaram o Independiente Santa Fé, da Colômbia e arrancaram uma importante vitória, pelo placar mínimo de 1 x 0. O triunfo deixou os argentinos em primeiro ligar na classificação do Grupo D, somando onze pontos, registrando três vitórias e dois empates. O gol solitário da partida foi assinalado ainda no primeiro tempo pelo atacante Lucas Pratto, conhecido dos brasileiros com passagem pelo Atlético Mineiro e São Paulo.

O confronto foi muito disputado, mas a superioridade técnica dos argentinos acabou fazendo a diferença na definição do placar. Lembrando que este é o grupo do Flamengo, que se encontra na segunda posição, com seis pontos em quatro jogos. Na terceira posição está o Santa Fé, que soma quatro pontos. O Emelec, do Equador, é o último colocado, com apenas 1 (um) ponto. Vale registrar que o Flamengo ainda disputa duas partidas, uma contra o Emelec, em casa e fecha a participação nesta fase contra o River Plate, em Buenos Aires. As chances de classificação do rubro-negro carioca são muito boas, mas o time não pode continuar vacilando, deixando de somar pontos em jogos contra adversários tecnicamente inferior.