Vídeo
O pároco defendeu que os padres devem falar sim de política
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
20200705160354708849o (1)
O pároco durante a missa | Foto: reprodução

O padre Edson Adélio Tagliaferro, da Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores, da cidade de Artur Nogueira, no interior de São Paulo, criticou duramente o presidente fascista, Jair Bolsonaro (sem partido) em meio à missa.

“Vocês querem que eu fale aquilo que todo mundo fala, que não deixam ele trabalhar? Não! Bolsonaro não presta. Bolsonaro não vale nada. E quem votou nele devia se confessar, pedir perdão a Deus pelo pecado que cometeu, porque elegeu um bandidopara presidente”, pregou o pároco.

Adélio frisou ainda que o padre deve falar sobre o assunto na homilia. “Muitas pessoas dizem: padre, cuidado com o que você fala na homiliaporque tem gente que não gosta. Ué, o que a gente tem que falar na homilia, senão aquilo que Deusnos pede para falar. Se a gente tá vendo que o governo não presta, o padre não pode falar que o governo não presta porque o povo não quer ouvir isso?”.

https://youtu.be/x24Ap46pndM

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas