Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

O imperialismo decidiu se lançar em uma ofensiva geral contra o governo Russo. Vários países estão expulsando os diplomatas russos de seus países e alguns boicotaram a copa de 2018 (na Rússia), com base na alegação do imperialismo inglês de que os Russos teriam envenenado um ex-espião no território da Inglaterra, alegação puramente especulativa sem provas concretas para se impor uma sanção ao governo.

A provocação contra os russos está clara. Nesta terça-feira (27), a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) – aliança militar criada pelo imperialismo durante a dita Guerra Fria para atacar a União Soviética, os estados operários e revolucionários – anunciou que expulsará sete diplomatas da missão russa e negou o credenciamento de mais três diplomatas russos.

Já foram centenas de diplomatas expulsos dos países. O imperialismo levantou claramente a bandeira do “Não vai ter Copa” (assim como fizeram no Brasil). O governo Russo vem demonstrando uma certa resistência às ofensivas imperialistas, tendo sido fundamental na derrota dos americanos e seus exércitos subjugados na Síria. Para o imperialismo o enfraquecimento de Putin é fundamental em sua política de dominação mundial e destruição dos inimigos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas