Sindicato dos motoristas de SP
Utilizando-se de questões de interesses dos patrões, governo e seu braço direito, a polícia e a justiça, atacam entidade dos trabalhadores
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
São Paulo- SP- Brasil- 05/11/2014- Paralisação de ônibus em São Paulo - Terminal Sacomã. Na foto, ônbus parados nas plataformas de embarque, que estão vazias, já que os ônibus não irão circular no horário das 10:00 as 14:00 hs. Foto: Oswaldo Corneti/ Fotos Públicas
Paralisação em SP, Terminal Sacomã | Foto: Reprodução

No último domingo (27) o programa Fantástico da venal TV Globo repercutiu um artigo de sua imprensa na internet o G1, de 3 de dezembro, onde dirigentes do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Público de São Paulo (Sindmotoristas), ligado à União Geral dos Trabalhadores foram denunciados por receberem propinas e que as empresas de ônibus estão envolvidas no esquema, apesar de não mencionarem quais eram essas viações.

A denúncia, feita pela Polícia Civil de São Paulo que, muito longe de ser ilibada, onde é corriqueiro os escândalos dentro da corporação, acostumados a matar negros e pobres e atacar os movimento sindical, principalmente em greve, tem Fernando Santiago, delegado de polícia, como denunciador de que um dirigente sindical, Francisco Xavier da Silva, secretário geral do Sindmotoristas, teria sido pego, em dezembro com R$ 94 mil em dinheiro no seu carro entre outros delitos. O delegado até parecia ser um operário dos transportes, quando disse que o sindicato não estava utilizando o dinheiro da entidade para a luta dos condutores.

A notícia veio à tona em um momento em que o governador e o prefeito de São Paulo, um pouco antes das festas de final de ano, tiraram dos idosos o direito adquirido de utilização dos transportes coletivos (ônibus, metrô, e trens da CPTM) sem o pagamento de passagens. Parece mais uma forma de ocultar esse escândalo.

Na reportagem é dito que a investigação começou no início do ano, depois que a polícia encontrou mais de R$ 94 mil em dinheiro dentro do carro de “Chiquinho” em uma abordagem de rotina. O montante foi apreendido, assim como o celular dele. No aparelho, a polícia disse que encontrou diversas provas do esquema – inclusive uma planilha com os pagamentos que eram feitos à diretoria.

De acordo com o delegado responsável, Fernando Santiago, os sindicalistas movimentavam cerca de R$ 1,2 milhão por mês. Grande parte deste valor seria pago por empresas de ônibus.

Como se fosse um trabalhador da categoria Fernando diz que: “o que julgamos mais grave é eles recebiam de alguns empresários uma espécie de propina mensal para que eles deixassem de atuar na defesa dos sindicalizados”.

Ninguém foi preso na operação desta quinta. Tanto o secretário-geral, “Chiquinho”, como os outros diretores, continuam na condição de investigados.

Francisco Xavier da Silva Filho, o Chiquinho, é suspeito de usar o cargo de secretário-geral do sindicato dos motoristas de ônibus da capital para comandar um esquema de arrecadação de propina.

Ele é motorista de ônibus na capital e tem uma casa em Atibaia ainda em construção. O projeto é ostensivo: tem jardim com projeto paisagístico, espaço gourmet e piscina cinematográfica, com borda infinita.

A casa tem valor avaliado em R$ 2 milhões. Mas, segundo a polícia, não foi trabalhando que o motorista conseguiu juntar tanto dinheiro.

O presidente dos Sindmotoristas, Valmir Santana da Paz, o Sorriso, e outros 14 diretores também são citados na investigação, de acordo com o delegado de polícia Fernando José Góes Santiago.

Conforme o próprio José Valdevan Jesus dos Santos, que hoje é deputado federal por Sergipe – foi presidente do Sindicato dos Motoristas por duas gestões, mas era diretor há vários anos antes de vir a ser presidente da entidade, Valdevan (Noventa), ex-funcionário da antiga Via Sul, – a empresa  teve de mudar o nome para Via Sudeste, por não poder participar de licitação junto à prefeitura, por estar cheia de irregularidades que a impediria. Um detalhe, a Via Sudeste está entre as maiores empresas da capital.

A ligação intrínseca com os patrões e os governos

Conforme o boletim do Sindmotoristas de São Paulo, a posse do segundo mandato de Valdevan Noventa na presidência do sindicato, estava presente o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, do golpista PSDB, que se pronunciou parabenizando toda diretoria, enfatizando a importância dessa eleição e dessa vitória para a categoria. Os defensores dos patrões e dos banqueiros mostrando o quão íntimos os pelegos são.

Ligado ao golpista Partido Liberal (PL) e que hoje mudou sua sigla para Partido Republicano (PR), Valdevan , no dia primeiro de janeiro de 2019 tomou posse como deputado federal, no entanto, em dezembro havia sido preso e, devido ter conseguido liminar no STF, teve garantido o direito de participar da posse normalmente.

A União Geral do trabalhadores (UGT), a qual o Sindicato dos Trabalhadores de transportes Coletivos Públicos de São Paulo (Sindmotoristas) é filiada é intimamente ligada aos patrões da máfia dos transportes. Desta forma, os pelegos do Sindicato dos Motoristas servem aos patrões, a exemplo de Cia Sudeste, por exemplo, para manterem a categoria imobilizada. Porem, as acusações ou mesmo a veracidade dos casos de recebimento de propina e desvio de dinheiro são utilizados pela burguesia e sua imprensa para atacar não a burocracia sindical, pois se utilizam desses artifícios em momentos que lhes parecem convenientes, com agora, diante do ataque aos aposentados e demais idosos com a obrigatoriedade de pagamento das passagens. Os patrões, no entanto, procuram atacar a organização sindical em si, por isso é necessário uma luta do movimento sindical, a começar pela CUT,  contra qualquer tipo de interferência da justiça e a polícia no sindicato. Quem deve derrubar a burocracia sindical pelega são os próprios trabalhadores, não o Estado. O Estado quer mais é destruir a democracia operária.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas